terça-feira, 31 de janeiro de 2017

LATROCÍNIO DO VIGILANTE DENTRO DE ESCOLA: CRIME ESTÁ PRATICAMENTE ESCLARECIDO, DIZ DELEGADO

O delegado Francisco Assis Silva, em entrevista que concedeu a Patrulha da Cidade/TV Borborema nesta terça-feira (31/01), disse que o crime do qual foi vítima o vigilante Fabiano Menino de Souza Júnior, de 27 anos, está praticamente esclarecido.

O policial não declinou nomes, porém esclareceu que o latrocínio não foi executado apenas por uma pessoa.
Teremos novidades com certeza. trabalhamos intensamente na solução desse caso”.
Fabiano foi morto na madrugada do sábado (07/01), por volta de 01h00, no interior da escola Estadual Williams de Souza Arruda, no Bairro Cuités, em Campina Grande.
Um morador ouviu barulho de tiros e chamou a polícia.
Quando a guarnição chegou ao local se deparou com portas entreabertas e com o vigilante morto dentro da biblioteca.
Fabiano foi morto por um disparo de arma longa na axila direita.
Os ladrões, que conheciam a vítima, mataram o rapaz e roubaram dele um revólver calibre “38” pertencente a empresa que ele trabalhava.

3 comentários:

  1. Malditos que sejam presos e paguem pelo que fez com meu primo

    ResponderExcluir
  2. Nada trará você de volta meu primo, sabemos que descansa nos braços do pai. Queremos justiça só isso,pq a justiça de Deus não falha nunca!!!

    ResponderExcluir