sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

NUMOL DIVULGA MOTIVO DAS MORTES DOS QUATRO HOMENS NO POÇO EM BARRA DE SÃO MIGUEL


O Núcleo de Medicina e Odontologia Legal em Campina Grande (Numol) afirmou que o motivo das mortes e da pessoa hospitalizada ocorridas nesta quinta-feira (12/01) ocorreram por asfixia.

O caso aconteceu em no município de Barra de São Miguel, Cariri paraibano.
De acordo com o diretor do Numol, Márcio Leandro, os corpos já foram necropsiados.
Foram colhidos materiais do pulmão e sangue para realização de exame toxicológico.

Inicialmente acredita-se em morte por asfixia.
O agricultor transferido para o Hospital de Trauma passa bem.
(Por Portal Correio)
A TRAGÉDIA

Tudo aconteceu na tarde desta quinta-feira (12/01) no distrito Riacho Fundo, em Barra de São Miguel, no Cariri, quando quatro pessoas morreram dentro de um poço artesiano onde faziam limpeza.
A primeira suspeita era de que a água estava supostamente envenenada, mas esta hipótese foi  descartada  pelo corpo de bombeiros.
Havia pouca água no reservatório.
As vítimas fatais foram identificadas como os irmãos Lucas e Rodrigo Lima Rolim (de 28 e 27 anos de idade); José Itamar, 42 anos; e Evandro Alves Truta, de 43.
O primeiro a entrar no poço teve um mal estar e pediu por socorro.
O segundo homem entrou e teve o mesmo problema.
Mais dois foram em socorro e também morreram.
Um quinto homem, que também entrou no poço conseguiu sair.
José Maria de Sousa, 45 anos foi socorrido para o Hospital de Trauma, em Campina Grande, onde permanece, sem risco de morte.
O poço tem cerca de dez metros de profundidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário