terça-feira, 10 de janeiro de 2017

PRESO HOMEM QUE PILOTAVA MOTO NO CRIME DE EMPRESÁRIA CAMPINENSE; ELE CONFESSOU, DIZ PC

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos em Campina Grande prenderam um envolvido na da morte da empresária Célia Márcia dos Santos Cirne, de 70 anos.
O crime ocorreu no dia 24 de dezembro/2016.

De acordo com a polícia civil, Tiago Henriques de Lima, de 26 anos, morador da Liberdade pilotava a moto que conduziu o executor.
Tiago confessou, segundo o delegado Cristiano Santana, a participação dele durante depoimento na Central de Polícia.
Ele foi preso mediante um Mandado de Prisão expedido pela justiça.
Ele confessou detalhes de sua participação e nos concedeu outras informações importantes. Agora partiremos para fechar toda investigação”.
JOVEM PRESO EM DEZEMBRO FOI SOLTO
No dia 28 dezembro a polícia civil, baseada em duas testemunhas presenciais, prendeu um suspeito, de 24 anos.
Com base nesses depoimentos foi decretada Prisão Preventiva dele.
No último domingo (08), o suspeito que estava preso no Presídio Padrão foi liberado mediante ordem judicial.
Diante dos novos fatos, com a prisão de um envolvido que confessou a participação, estamos agora voltados para prender o restante do grupo”.
O CRIME
A empresária Célia Márcia Santos Cirne, 70 anos, proprietária da loja Brasil Atacado localizada na Rua João Pessoa, morreu após sofrer um tiro na cabeça quando deixava um estacionamento em seu carro.
Dois bandidos numa moto cometeram o crime.
Um deles ficou no veículo, o outro foi até o estacionamento, anunciou o assalto, ela se assustou e o assaltante atirou mesmo com o vidro do carro fechado.
A empresária ainda guiou o veículo por alguns metros atravessando a rua e só foi parado por causa de uma colisão com outro carro.
A empresária foi socorrida pela polícia militar até o Hospital de Trauma, porém ela não resistiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário