terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

EM CAMPINA: PAIS SÃO SUSPEITOS DE MAUS TRATOS E BEBÊ FICA CEGA

Policiais civis em Campina Grande prenderam um casal suspeito de crimes de agressão contra a própria filha oito meses de idade.
Em decorrência da violência, a criança ficou cega de um dos olhos.

De acordo com investigações das duas Delegacias Infância e Juventude em Campina, o casal tentou a todo custo desqualificar as suspeitas, porém de nada adiantou.
Foram cumpridos contra Guilherme e Suênia, Mandados de Prisão e de Internação.
Guilherme tem 18 anos e Suênia tem 22 anos.
Segundo o delegado seccional, Iasley Almeida, “Consta na investigação que no dia 06 de janeiro uma criança tinha sido internada no Hospital de Trauma com graves crises convulsivas, cujos exames apontaram para um sangramento cerebral proveniente de uma fratura, além de está com as pernas engessadas”.
A partir daí a PC começou a levantar suspeitas de que a bebê estava sendo vítima de maus tratos por parte dos pais.
As delegacias e o Conselho Tutelar foram acionados “sendo descoberto que a criança havia dado entrada em diversos hospitais da cidade durante o mês de dezembro com pancadas na cabeça, fratura de perna até ser internada em estado grave em janeiro de 2017, com ferimentos que segundo os médicos deixaram sequelas graves, inclusive cegueira”.
Vale salientar que desde o início de janeiro a guarda da menina já havia sido retirada dos pais.
Iasley Almeida acrescenta que Guilherme “era fugitivo do lar do garoto desde outubro de 2016, onde cumpria medida de internação pela pratica de tentativa de latrocínio”.
As prisões ocorreram na segunda-feira (13/02), mas a PC só divulgou o caso nesta terça (14).
(www.renatodiniz.com com 10ªDSPC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário