sábado, 18 de março de 2017

MPF QUER PROIBIR CORREIOS DE ATUAR COMO BANCO POSTAL APÓS CRIMES NAS AGÊNCIAS DA PARAÍBA

O Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB) pediu que a Justiça Federal proíba os Correios de prestar serviço como Banco Postal no estado e que o Banco do Brasil suspenda o contrato do serviço com os Correios.

O pedido é motivado pelos casos de explosões e assaltos nas agências dos Correios e pela falta de segurança nas cidades do interior do estado.
Na ação, o MPF-PB pede multa de “50.000,00 reais” caso os Correios descumpram o pedido se ele for deferido pela Justiça. 
Sobre o Banco do Brasil, a ação alega que o banco seja condenado por não garantir a segurança das agências dos Correios.
Para o MPF-PB, “é evidente que o Banco do Brasil se preocupa com a segurança das próprias agências, dotando-as de estrutura compatível com os serviços ali prestados, mas não dispensa o mesmo tratamento às instalações das agências dos Correios que passaram a desempenhar, como seu correspondente, a mesma atividade”.
Além da suspensão dos serviços de Banco Postal, o MPF-PB também requereu na ação que os Correios e o Banco do Brasil sejam condenados por dano moral coletivo.
A assessoria de comunicação dos Correios afirmou que a empresa ainda não foi notificada sobre o processo pela Justiça e que só irá se pronunciar judicialmente quando isso ocorrer.
(Por Portal Correio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário