sábado, 29 de abril de 2017

LAGOA SECA PERDE QUASE 300 MIL REAIS PARA REFORMA DE PRAÇA. SAIBA OS MOTIVOS

Nesta sexta-feira de paralisações e protestos em todo o país, uma notícia surpreendeu a atual gestão da prefeitura de Lagoa Seca.

Após consulta feita na base de convênios do Ministério do Turismo, a administração do prefeito Fábio Ramalho da Silva descobriu que um empenho destinado a reforma da Praça Severino Cabral (Praça da Matriz) foi simplesmente anulado pelo Governo Federal.
De acordo com a assessoria de projetos da prefeitura, o motivo para a anulação foi a não atualização dos dados estruturais do projeto, que havia sido confeccionado ainda no ano de 2011, na gestão do ex-prefeito Edvardo Herculano, e que precisavam, obrigatoriamente, de revisão.
Com a anulação, a prefeitura de Lagoa Seca perdeu todos os direitos sob os “292.500,00 reais” que seriam destinados à reforma, que hoje, é a principal área de lazer e eventos do município.
O prefeito comentou a situação:
"Fiquei triste e decepcionado com a forma mesquinha como a gestão pública de Lagoa Seca estava sendo tratada. A gestão passada teve todo prazo para atualizar a demanda e resolveu ignorar a solicitação após o resultado das eleições" comentou Fábio Ramalho.
O atual gestor também garantiu que já está em contato com os deputados federais de sua base aliada, para garantir outra emenda que possa ser usada para a obra.

"A praça não precisa de reforma, na verdade ela precisa ser reconstruída. Hoje a prefeitura ainda não consegue bancar a obra sozinha, no entanto, não descansarei até conseguir entregar ao povo de Lagoa Seca uma área de lazer digna é dotada de estrutura" completou.
(Ascom/Lagoa Seca)

Nenhum comentário:

Postar um comentário