segunda-feira, 29 de maio de 2017

ATLETA É ASSASSINADO E GARÇOM É FERIDO APÓS DISCUSSÃO; ACUSADOS FORAM PRESOS PELA PM

Em uma ação rápida, a polícia militar conseguiu prender, em flagrante dois homens acusados de matar um atleta e ferir um garçom em Bananeiras, no Brejo, na noite deste domingo (28/05).

A vítima fatal foi Paulo Martiniano da Silva, 32 anos, conhecido como “Paulo Paredão”.
Foram presos Luciano Camelo Londres e Márcio Guimarães Almeida.
As prisões ocorreram na cidade de Guarabira, também no Brejo.
De acordo com informações colhidas pelo bananeirasonline, houve uma confusão em frente a Prefeitura Municipal.
Os envolvidos começaram uma discussão, por motivos ainda desconhecidos, quando, no meio da confusão, ocorreram os disparos de arma de fogo, que acabaram baleando Paulo Martiniano.
Mesmo ferido ele conseguiu correr até uma praça da cidade, mas não resistiu.
Também foi ferido no ombro o garçom Reginaldo Silva dos Santos, mais conhecido como “cuca”, que estava trabalhando em um estabelecimento próximo. 
Depois da prática dos crimes, os acusados fugiram numa camioneta.

O Copom/Solânea, após a denúncia, acionou as viaturas da área, inclusive as guarnições da cidade de Guarabira.
A Rotam, Força Tática e R/P perceberam o veículo suspeito e realizaram perseguição, conseguindo abordá-lo.

Com os ocupantes, foi apreendido um revólver utilizado nos crimes.
Um dos acusados disse que tem residência em João Pessoa e uma fazenda em Belém.
Infelizmente aconteceu isso”.
Ele não conhecia as vítimas.
Num áudio gravado ele diz que “eu sei que o caba tinha dois metros de altura e queria me moer no pau e eu digo: eu mais fino do que ele, eu vou dá-lhe um tiro. Pronto!”.
(Créditos: Bananeiras Online)

2 comentários:

  1. O fato de não conhecer, de ter um metro e alguma coisa não Justifica dar dois tiros acertar ele e outros. Pelo que entendi ele sai da residência com o intuito de fazer algo, onde relatos linfatizam que outrora teriam discutidos em um sitio outro lugar coisa do tipo. Não Justifica mesmo. dar pra perceber que o autor é maldoso tem sangue frio. e sabemos que vai ficar passeando no sitio dele e dando volta na lagoa de de João Pessoa/PB. Paulo se encontrava recentemente no Rio de janeiro, pensando em fazer curso ou fez, e com saudade da família (esposa e duas crianças) que a deixam de forma trágica foi embora pra acontecer tudo isso. Onde Estão as autoridades que tudo que ocorre nesta cidade fica impune... mais não é só nessa cidade é no Brasil todo. Nossas Leis... Mais a Justiça divina será feita

    ResponderExcluir
  2. Vou resumir esse caso.. Um cara metido a fortão, lutador de artes marciais etc e tal... Achando que todo mundo deve ter medo do cara lutador de jiu-jitsu e aqueles que estão dispostos a matar e que não levam disaforo pra casa.

    Tudo culpa bebedeira!
    Alguém tem que pagar o preço.

    ResponderExcluir