terça-feira, 30 de maio de 2017

PM PRENDE SUSPEITOS DE AÇÃO CONTRA AGÊNCIA DOS CORREIOS NO CARIRI

A Polícia Militar prendeu em flagrante, no início da manhã desta terça-feira (30/05), dois integrantes da quadrilha responsável pelo ataque à agência dos Correios de São Sebastião do Umbuzeiro, no Cariri, durante a madrugada.
Verinaldo Sales Diniz, de 43 anos, e Aléssio Marreiro Teodósio, 31, foram interceptados em um carro, na rodovia entre Zabelê e São Sebastião do Umbuzeiro.
De acordo com o aspirante Manasses Almeida, do 11º Batalhão, os dois foram abordados logo após espalharem grampos pela pista. 

"Um deles seria o responsável por instalar os explosivos e em seguida participou com o outro na função de espalhar os grampos para dificultar a perseguição policial. Descobrimos que eles eram integrantes da quadrilha porque eles estavam com os pés cortados pelos grampos que eles próprios jogaram e as mãos estavam sujas de uma substância escura".
Ainda segundo o PM, nas diligências foi encontrado no caminho um balde que teria sido usado para jogar os grampos. 
"Esse balde estava sujo com a mesma substância encontrada nas mãos dos suspeitos, inclusive alguns grampos estavam sujos com esse produto, que era semelhante a uma graxa".
Nas buscas, os policiais localizaram um carro vermelho, que também foi usado na ação criminosa. 

O veículo estava com o alarme acionado e o restante do bando teria fugido com os malotes de dinheiro levados do cofre da agência em um terceiro carro, com apoio de uma moto.
Os dois presos já têm passagem pela polícia. 
Aléssio Marreiro já foi preso por participar de explosão à caixa eletrônico, no crime de furto qualificado; 
Verinaldo Sales responde por roubo. 
Eles foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, em Monteiro, e em seguida encaminhados para a sede da Polícia Federal, em Campina Grande.
Esta é a segunda quadrilha de ataques a bancos desarticulada, em menos de 20 dias, na Paraíba. 
No dia 11 deste mês, foram presos cinco suspeitos de participar do ataque a agência do Bradesco da cidade de Cuité, no Curimataú da Paraíba. 
Já são 21 integrantes de quadrilhas de ataques a bancos presos pela PM, este ano, no Estado.
(PM/PB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário