segunda-feira, 8 de maio de 2017

POLÍCIA CIVIL CONFIRMA: CAMINHONEIRO DE PUXINANÃ É ACUSADO DE MAIS DE 30 ESTUPROS

Exames com material genético confirmaram que o caminhoneiro Iremar Alves Negreiros, preso no ano passado em Esperança é o autor de cinco estupros, mas isso não quer dizer que ele não seja o autor dos demais casos.
Durante entrevista coletiva na sede da 10ªDSPC, nesta segunda-feira (08/05) em Campina Grande, os peritos do IPC na Paraíba explicaram que o material coletado das vítimas era sim do acusado.
Iremar foi preso pela polícia militar em outubro do ano passado  quando tentava estuprar uma mulher na zona rural de Esperança.
No momento ele estava numa moto e portava uma pistola.
Por enquanto Iremar permanece preso no Presídio Provisório, no Complexo “O Serrotão”.
A delegada Maíra Roberta, da Delegacia de Apoio a Mulher, disse que em Campina o acusado responde a onze inquéritos.
Já delegado Henry Fábio, chefe 12ªDSPC, informou que na seccional Iremar responde a quatorze inquéritos, “mas com certeza o número de vítimas pode passar de trinta”.
Os crimes, segundo a polícia, ocorreram em apenas quatro meses, de junho a outubro do ano passado.
As vítimas foram adolescentes, jovens e adultas.
Os estupros ocorreram em Puxinanã, Pocinhos, Esperança, Montadas, Lagoa Seca, Areial, São Sebastião de Lagoa de Roça, Matinhas e Campina Grande.

Um comentário:

  1. Esse irracional , também é psicopata, deverá ser tratado prá não morrer logo e sair da grade de cela prá grande do coveiro.

    ResponderExcluir