terça-feira, 2 de maio de 2017

POLÍCIA PRENDE CABELEREIRO ACUSADO DE ASSASSINATOS, PRENDE ACUSADO DE “ABASTECER” CRIMINOSOS E ACUSADOS DE TRÁFICO E ESTUPRO

Policiais da 21ªDSPC e 7ªCIPM prenderam um cabelereiro acusado de três homicídios, roubo e uso de documentos falsos.
A captura ocorreu em Solânea, no Brejo.

Os crimes ocorreram em Alhandra e Conde, no Litoral paraibano.
Wagner Pereira da Soledade, de 31 anos, era considerado um dos homens mais procurados  do estado.
No município do Conde ele é acusado de um duplo homicídio em 2015.
Ainda, de acordo com a polícia, responde por um homicídio simples e roubo.
Também existem sete processos tramitando na justiça.
Quando foi preso Wagner estava trabalhando como cabeleireiro na cidade de Solânea e usava documento falso.
EM PICUÍ
Policias da 13ªDSPC apreenderam um vasto arsenal de diversos calibres com um comerciante acusado de abastecer criminosos em Picuí e outras cidades do Curimataú.
O objetivo foi coibir o comércio ilegal de munições e de armas de fogo.
A apreensão ocorreu após um Mandado de Busca e Apreensão.
O material estava na casa e no estabelecimento comercial do acusado que também foi preso.
EM ITABAIANA
Duas pessoas foram presas em Itabaiana, no Agreste, acusadas de tráfico.
As prisões foram consequência de uma ação conjunta das polícias civil e militar.
Os presos são Reginaldo Augusto, de 41 anos, e Miguel Peres, de 22.
Reginaldo cumpre pena no regime semiaberto.
Com ele os policiais apreenderam um carro, quase “9.000,00 reais” e droga.
Miguel foi preso em casa.
EM CAMPINA
Policiais da Delegacia de Crimes Contra A Infância prenderam um homem de 64 anos de idade acusado de estuprar uma criança de seis anos em 2013.
Consta nas investigações que atos libidinosos aconteciam quando familiares saiam de casa e o acusado se aproveitava para acariciar as partes íntimas da menina, e obrigá-la a praticar atos nele também.
A vítima afirmou, na época, que demorou a contar aos pais porque tinha vergonha e medo de eles não acreditarem nela.
A prisão foi realizada no Centro da cidade.
Contra ele foi cumprido um Mandado de Prisão definitivo.
A pena é de oito anos de reclusão.
(Redação com informações da PC e PM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário