sexta-feira, 12 de maio de 2017

PREFEITURA E MP ANUNCIAM PLANO DE TRABALHO PARA RETIRADA DE ÁRVORES EM SITUAÇÃO DE RISCO EM CAMPINA GRANDE

Em nota oficial, no final da tarde desta quinta-feira (11/05) a Prefeitura de Campina Grande informou já ter mantido entendimentos com o Ministério Público do Estado para executar um plano de trabalho, com o objetivo de remover todas as árvores da espécie algaroba da zona urbana do município que apresentem problemas em suas estruturas orgânicas.

Segundo a nota, já existe um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que define parâmetros no sentido de erradicar as árvores doentes, desde que sejam cumpridas as normas técnicas recomendáveis.

A Prefeitura ainda registrou, no documento, ter havido uma interpretação equivocada, por parte de alguns veículos de comunicação, em relação ao posicionamento do MPE sobre a questão.
O curador do Meio Ambiente, promotor José Eulâmpio Duarte, segundo a nota, sempre se pautou por uma postura equilibrada, firme de respeito à natureza e à vida humana.


Em nenhum momento, pontua a nota, a Prefeitura afirmou ter o Ministério Público se posicionado contrário à medida de remoção da árvore da Praça Joana D'Arc, no Bairro de José Pinheiro, responsável pela trágica morte de uma criança, na noite desta quarta-feira (10/05).  

2 comentários:

  1. Tem aqui em nova brasília um arvore que se chama "Pé de tambor" que está já podre e para cair em cima das pessoas.

    ResponderExcluir
  2. para fazer esse seviço a prefeitura esperou morrer um.a familia deveria entrar com uma ação na justiça.porque se um cidadão cortar uma árvore não e crime no meio ambiente

    ResponderExcluir