domingo, 4 de junho de 2017

PERNAMBUCO TEM 27 MUNICÍPIOS EM ESTADO DE EMERGÊNCIA DEVIDO ÀS ENCHENTES

Governo de Pernambuco decretou estado de emergência em mais três cidades, neste domingo (04/06), em decorrência das chuvas e enchentes.
São José da Coroa Grande e Escada, na Zona da Mata Sul, e Bonito, no Agreste, se unem a lista que conta ainda com outros 24 municípios pernambucanos.

A Defesa Civil do estado atualizou ainda para 46.857 mil o número de pessoas fora de suas casas no estado, sendo 3.252 desabrigados e 43.605 desalojados.
O decreto de emergência nos três municípios vai ser publicado no Diário Oficial do Estado na segunda-feira (5), segundo o governo. Com isso, equipes técnicas da Defesa Civil Estadual e do Corpo de Bombeiros devem ser enviadas para os municípios para atender a população das localidades mais atingidas pelas chuvas.

ABONO E ANTECIPAÇÃO DE BENEFÍCIO
Os coordenadores do gabinete de crise implantado pelo governo estadual se reuniram, neste domingo (4), com o governador Paulo Câmara. Entre as medidas anunciadas para a população das cidades afetadas pelas fortes chuvas está a antecipação de duas parcelas do programa Chapéu de Palha para os beneficiários, além de abono nas contas de água pela Compesa à população.
Como o secretário Márcio Stefanni já havia adiantado na sexta-feira (2), a isenção da cobrança do imposto sobre circulação de mercadorias e prestação de serviços (ICMS) para os comerciantes que atuam nas áreas impactadas também deve entrar em vigor nos próximos dias. O governo ainda anunciou a contratação imediatas de novos fornecedores que estão abastecendo as cidades com colchões, fronhas, travesseiros e outros itens.
ENTENDA AS CHUVAS
Desde o final de semana dos dias 27 e 28 de maio, chuvas fortes atingem várias regiões do estado, provocando enchentes de rios e deslizamentos de barreiras.
Seis pessoas morreram, sendo duas no Recife, duas em Caruaru e duas em Lagoa dos Gatos.
No Nordeste, as chuvas ocorrem por causa de um fluxo de vento que vem do oceano carregado de ar úmido, formando nuvens carregadas na costa e na Zona da Mata.
De acordo com o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia, trata-se de um sistema chamado onda de leste, comum nesta região no outono e inverno.
SOLIDARIEDADE
Para ajudar as famílias que perderam praticamente tudo nas enchentes, diversas instituições e entidades realizam arrecadação de alimentos não perecíveis e objetos de higiene pessoal.

Há pontos de coleta no Recife, em Olinda e nos 15 campi do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).
(Por G1 PE)
Fotos: G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário