segunda-feira, 17 de julho de 2017

CRIME DO VEREADOR EM POCINHOS: PC PRENDE ACUSADO DE SER O AUTOR DOS DISPAROS

Robério Ramos Soares, o “guguito”, foi preso por policiais da 12ªDSPC.
Ele é acusado de ser o autor dos disparos que mataram o vereador de Pocinhos Josevandro da Silva Marinho na tarde de 25 de dezembro do ano passado.

“Guguito” foi preso no Bairro Bodocongó, em Campina Grande.
Segundo a PC, “o acusado confessou ter sido ele o autor do homicídio, afirmando que naquela data havia praticado furto na fazenda da vítima juntamente com Natan Fernandes Farias; José Cézar Ramos Ferreira, o “guaxite”, e Elias Farias da Silva”.

Em seguida, de acordo com “guguito”, invadiram outra residência na mesma localidade e  agrediram um idoso.
Neste momento “se viram perseguidos por Josevandro e outras pessoas”.
O acusado confessou  que foi ele próprio o autor dos disparos contra a vítima, “tendo sido motivado também por uma querela do passado, aproveitando aquele momento para se vingar de Josevandro”, diz o relatório da PC.
O delegado seccional Henry Fábio informou que com a prisão de Robério o crime se encontra elucidado e seus autores identificados.
Elias havia sido preso no dia 26/05/17, enquanto que Natan foi morto por populares no mesmo dia em que Josevandro foi morto e ‘guaxite’ foi morto no dia 14/03/2017, na cidade de Olivedos, tendo por motivo dívida de drogas”.
(Redação com informações da 12ªDSPC)
O CASO
Josevandro da Silva  Marinho, tinha 55 anos.
Na tarde de 25 de dezembro, por volta das 17h00, a casa de um vaqueiro na fazenda dele na comunidade “Nazaré” foi invadida por bandidos violentos.
Os assaltantes roubaram “700,00 reais”, bateram nos moradores e quebraram eletrodomésticos.
Neste momento o vereador estava em Pocinhos, na zona urbana.
Ele recebeu o comunicado do assalto na fazenda e foi para lá onde se certificou de tudo, inclusive, das características dos acusados.
Quando se deslocava para o distrito “Nazaré” os assaltantes estavam na estrada.
Já bem próximo ao distrito, Josevandro estacionou a camioneta, desceu e tentou abordá-los, sendo recebido com os disparos.
E no dia seguinte (26/12) por volta das 10h00 o corpo de Natan Fernandes, de 19 anos, foi encontrado às margens de uma linha férrea abandonada na localidade “Lagamar”.
Ele era envolvido no crime.
Em um dos bolsos dele haviam quatro cápsulas deflagradas.
Josevandro, que era filiado ao PSB, entraria para o sétimo mandato.
Ele foi reeleito com 413 votos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário