quarta-feira, 16 de agosto de 2017

DURANTE PERSEGUIÇÃO CPTRAN PRENDE TRÊS COM CARRO ROUBADO; CONDUTOR ATROPELOU DOIS CIVIS E TENTOU PASSAR POR CIMA DE PM

(Atualizado)
Roubo, perseguição, atropelamento, colisão, tiro e prisão de acusados.
Às 09h50 desta quarta-feira (16/08) policiais da CPTran recuperam um Siena roubado, prenderam três ocupantes e ainda elucidaram outros crimes de roubo.

Tudo começou numa tentativa de abordagem durante uma blitz da na Rua XV de Novembro, no Bairro Palmeira, em Campina Grande.
O condutor do carro não parou e empreendeu fuga em alta velocidade.
A perseguição acabou no Bairro Jeremias depois que o carro em fuga atropelou dois civis e condutor tentou passar por cima de um policial.
Contra o policial, o motorista deu um “cavalo de pau”, voltou com o Siena e tentou atropelá-lo.
A polícia não teve alternativa a não ser atirar.
O disparo atingiu a perna do condutor que ferido, bateu com o veículo.
Os ocupantes foram presos em flagrante.
São eles: Eder Esperidião, de 32 anos, Felipe Marias Santos, de 21, e Maxwell Marinho de Oliveira, de 20.
A ocorrência foi registrada na Delegacia Distrital da Rua Getúlio Vargas, no Centro.
Os feridos foram socorridos para o Hospital de Trauma.
Felipe Matias de 21 anos, e Maxwell Marinho, de 22, ex-presidiários, disseram a reportagem da TV Borborema que não sabiam que o carro era roubado.
Eles moram em Areia e Guarabira respectivamente.
O Siena foi roubado na terça-feira (15).
Já Eder Esperidião informou que era morador de rua, mas em seguida afirmou que tinha alugado uma casa no Bairro Conceição.
Na residência foram encontrados documentos de várias pessoas.
Curiosamente no sábado (12/08) Eder foi flagrado com um simulacro de pistola (arma falsa) num posto de gasolina no Centro da cidade.
Vale ressaltar também que na 3ªDD comparecem vítimas que reconheceram Maxwell e Felipe.
O delegado Severino de Carvalho Lopes autuou o trio por roubo majorado, tráfico, lesão corporal e direção perigosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário