terça-feira, 1 de agosto de 2017

PRESO O ACUSADO DE MATAR JOVEM COM GOLPE DE FACA; CRIME ACONTECEU EM BAR NO CATOLÉ

Policiais da Delegacia de Homicídios em Campina Grande cumpriram um Mandado de Prisão Preventiva contra um homem acusado de assassinato em um bar no Bairro Catolé em maio deste ano.

O mandado, expedido pelo 1°Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande, foi representado mediante "Segredo de Justiça". 
O acusado é Sérgio Murili Silva, de 49 anos.
A vítima foi o jovem Pablo Ramon Alves de Brito, de 21 anos de idade, morto com golpe de faca no peito.
(Pablo: vítima)
De acordo com a delegada Ellen Maria, "ao ser conduzido preso em flagrante por policiais militares, por ter cometido possível crime de tentativa de furto qualificado, o homem apresentou aos policiais documento de identidade falso, com o nome de 'Fabrício Sabaini dos Santos', porém a foto foi reconhecida pelos policiais civis da Delegacia de Homicídios".
Ainda, segundo a delegada, os policiais se dirigiram a DISP, onde ocorria o plantão, e deram cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva como também auxiliaram no esclarecimento sobre a verdadeira identidade dele.
(Acusado)
Sobre o crime a policial  informou que a vítima Pablo Ramon estava nas proximidades de um espetinho no Bairro do Catolé e o acusado também.
"Eles se conheciam".
"Em dado momento 'coroa Sérgio', com sinais de embriaguez, aproximou-se da vítima. A vítima o chamou de 'coroa', e este covardemente sacou de uma faca que portava e acertou próximo ao peito da vítima, sem dar chances de defesa".
A delegada Ellen Maria conclui: "diante do farto conjunto probatório, foi representado pelo Mandado de Prisão Preventiva em caráter sigiloso, o qual foi prontamente deferido pelo Poder Judiciário e cumprido na data de hoje (31/07".
O CRIME
O jovem morreu na madrugada de 15 de maio no Hospital de Trauma.
Na noite do domingo (14), por volta das 23h40, houve uma confusão em um bar na Avenida Elpídio de Almeida, no Bairro Catolé, e Pablo Ramon Alves de Brito, de 2i anos de idade, acabou golpeado.
O rapaz foi socorrido por um homem numa moto, porém nas imediações do 2ºBPM ele caiu do veículo.
O condutor chamou a PM que providenciou o socorro até o hospital.
Até então Pablo respondia aos sinais vitais, porém morreu durante a madrugada.
(Redação com informações da Delegacia de Homicídios/CG, 10ªDSPC)

2 comentários:

  1. Crime passional.
    O novinho não quis mais o coroa.

    ResponderExcluir
  2. sera que a vitima gostava de um cuzinheiro? 🚫

    ResponderExcluir