quarta-feira, 23 de agosto de 2017

QUADRILHA NA CADEIA: PM E PC PRENDEM EM FLAGRANTE SETE ACUSADOS DE ARRASTÕES NO BREJO

Policiais militares e civis desmantelaram uma quadrilha que vinha agindo na região do brejo paraibano especialmente entre Areia, Alagoa Grande e parte da Zona da Mata.
De uma só vez, seis homens e duas mulheres foram presos em situação de flagrante.
Um deles foi ouvido e liberado.

Todo ocorreu nesta terça-feira (22/08) quando a polícia estava na caça de um bando que realizou arrastão em um ônibus intermunicipal na noite da segunda-feira (21), justamente entre Areia e Alagoa Grande.
Foi uma ação conjunta do 4º  e  10º Batalhões, além da 12ªDSPC.
O ARRASTÃO
Relatório do 10ºBPM informa que na noite da segunda, na PB079, numa serra, os assaltantes armados e encapuzados bloquearam a estrada com um caminhão, entraram no ônibus, realizaram a limpa e, entre os veículos da fuga estava um Corsa Classic que foi roubado em Baraúna, no Curimataú.
AS INVESTIGAÇÕES
A PM recebeu informações de que o veículo Corsa estava escondido na garagem de um engenho (“Engenho Carro”, em Areia) e de que havia “gente desconhecida da região” na casa de um homem num sítio.
A partir de então a PM e a PC armaram o cerco.
Numa estrada foi localizado um dos “estranhos” com certa quantia.
Não demorou muito e ele entregou o restante do bando.
AS PRISÕES
Na casa foram localizados cinco homens e duas mulheres.
Não houve reação.
Foram encontrados celulares, relógios, roupas, calçados, dinheiro,  três revólveres e uma espingarda.
Os presos são de Areia, Mataraca, no Litoral Norte, e Santa Rita, na grande João Pessoa.
OS PRESOS
Jandeilson dos Santos Delfino, de 20 anos, e Francisco de Assis Germano dos Santos, de 44, moradores do sítio “Gavião” em Areia; Daniel Delfino dos Santos “gordin”, de 27, José Paulino da Silva, 27, e Severino Correia da Silva “morceguinho” de 32, residentes em Santa Rita; Renata Gabriele Pereira Rodrigues, de 18, e Mariane Silva Eufrásio, de 20, moradoras de Mataraca.
Contra José Paulino e Severino havia Mandados de Prisão em aberto.
Daniel é citado como um dos envolvidos na morte de um policial em santa Rita no ano de 2015.

A delegada Symone Lacet Medeiros, que esteve na ocorrência liderando os policiais civis e presidiu o inquérito, autuou os sete envolvidos por associação criminosa, além de roubo.
Os aspirantes Correia (10ºBPM) e Diniz (4ºBPM) comandaram as ações por parte da polícia militar.
(Renato Diniz com informações do 10ºBPM e 12ªDSPC)

Um comentário:

  1. parabéns para a policia por esse trabalho certamente essa era uma quadrilha muito bem organizada que vinha aterrorizando os estudante no brejo paraibano eles levava tudo que via pela frente,sandália,bolsa ,telefone,dinheiro,não escapava nada.valeu mesmo.

    ResponderExcluir