sábado, 9 de setembro de 2017

PC APREENDE ASSASSINO DE COMERCIANTE EM CAMPINA E ESCLARECE LATROCÍNIO

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos esclareceram o crime de latrocínio que foi vítima o comerciante Antônio Ferreira da Silva, 59 anos.
“Toinho”, como era conhecido, foi encontrado dentro da casa onde morava na José Sebastião da Silva, no Bairro Santa Rosa, em Campina Grande, por volta das 09h00 desta quinta-feira (07/09).

Ele teve as mãos, pernas e os pés amarrados, além disso, foi amordaçado de tal maneira que acabou morto por asfixia.
O latrocínio foi esclarecido  em menos de 12 horas.
Um adulto e um adolescente foram capturados.
Um mora no Jeremias e outro no Pedregal.
Tiago de Sousa Oliveira, de 21 anos, negou qualquer envolvimento.
O adolescente assumiu o crime.
De acordo com investigações da Delegacia de Roubos e Furtos, duas adolescentes que frequentavam a residência e já identificadas, armaram juntamente com os detidos, a morte de Antônio.
Elas facilitaram a entrada dos acusados no imóvel, pois encontraram uma forma de deixar o portão entreaberto.
Foram roubados uma caminhonete, que foi recuperada pela polícia militar na Avenida Assembleia de DEUS, no Pedregal, cinco aparelhos de TV, dinheiro e possivelmente duas armas. 
Antônio foi encontrado por dois amigos em cima da cama do quarto da residência dele ontem pela manhã, no Bairro Santa Rosa.
A polícia disponibilizou áudios das conversas entre as adolescentes e os executores.
O delegado Cristiano Santana, que preside as investigações, informou que outras pessoas estão envolvidas.
Ele afirmou que pelos levantamentos é possível que "Toinho" tenha sido assassinado por voltas das 04h30 da quinta.
A polícia ainda investiga se ele foi dopado com alguma substância (tipo "boa noite cinderela"), pois os assassinos não encontraram muita dificuldade para amarrá-lo.
"Ele pode ter se debatido, então o menor ficou por sobre a vítima e usou um travesseiro para sufocá-la".
Antônio foi enterrado em Serra Branca, no Cariri.  

7 comentários:

  1. Cabe ao delegado também investigar o aliciamento de menores, afinal dois amigos do morto sentiram a sua falta. O cara morava sozinho e a possibilidade de ele e os amigos praticarem aliciamento de menores é possível.

    ResponderExcluir
  2. Meu nobre, posso te garantir uma coisa: Os dois amigos que foram comprar mercadorias ao Antônio encontraram o portão entreaberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não estou querendo dizer que os amigos estão relacionados com o assassinato do comerciante. Disse que certamente o morto praticava crime de aliciamento de menores e que a possibilidade dos amigos dele também participavam desses aliciamentos.

      Excluir
  3. Aliciamento o que é isso ? Dá o rabo quem quer.... e aqui nao tá se descuntindo isso imbecil...leva esses vagabundos e as quengas pra tua ksa idiota.

    ResponderExcluir
  4. LUCAS, QUANDO NÃO SE TEM ALGO DE BOM PARA FALAR, O MELHOR É SE CALAR. NÃO QUEIRA COMPLICAR A VIDA DE DOIS CIDADÃOS DE BEM.

    ResponderExcluir
  5. Aliciamento um c...... São putas de menor somente.

    ResponderExcluir