terça-feira, 5 de setembro de 2017

PREFEITO PROPÕE AMPLIAR SÃO JOÃO 2018: VAI DA ESTAÇÃO VELHA ATÉ O PARQUE DO POVO

VEJA O VÍDEO                                                                                             
video
A edição 2018 do São João de Campina Grande deve passar por uma grande reformulação, conforme anúncio feito nesta terça-feira (05/09) pelo prefeito Romero Rodrigues.

Em entrevista coletiva no Teatro Municipal Severino Cabral, as principais alterações elencadas pelo gestor para o próximo ano da festa junina são a ampliação do espaço da festa, que abrigará palco 360º na Estação Velha (reformada), com novas estruturas e um amplo estacionamento na área atual do Parque do Povo.
Ainda de acordo com o prefeito, a proposta não é definitiva e as pessoas poderão interagir nas redes sociais para reagir às mudanças.
O novo projeto contempla um espaço que começa no Parque do Povo e vai até a área próxima à Estação Velha (que será reformada), onde ficaria o palco principal da festa, em formato 360º.
Toda a área teria também calçadas padronizadas.
A parte superior do Parque do Povo vai ser reservada para uma estrutura que abrigará a Vila do Artesão e o estacionamento.
Na parte inferior será reservado espaços para as apresentações das quadrilhas, com uma arena para apresentações, com camarins e maior infraestrutura.
O palco 360º deve ficar localizado na Estação Velha, com espaço para bares e restaurantes.
Vai ter também uma cidade histórica com réplicas da biblioteca central, catedral, Cine Capitólio, Prefeitura e outros.
Haverá um acesso ao Parque do Povo pela Rua João Moura até o Polo de Eventos Poeta Ronaldo Cunha Lima - novo espaço localizado na Estação Velha, próximo ao Açude Velho, e que contará com seis ambientes.
Um deles será a "Vila da Poesia Popular", para apresentações de poesias, cordéis, repentistas, emboladores de coco e literatura de cordel.
O local abrigará um tipo de museu resgatando a história do São João de Campina Grande, com "Memorial do Maior São João do Mundo", "Memorial fotográfico Luiz Gonzaga", "Memorial Jackson do Pandeiro", "Memorial das Quadrilhas" - que vai conter as histórias desde o início das quadrilhas -, "Memorial de Marinês" e "Memorial da Sanfona".
Será montada uma estrutura física para a Locomotiva Ferroviária. A ideia é que o "trem do forró" seja mantido depois do período de São João.
A locomotiva deve transitar no espaço da festa.
O trabalho de planejamento para o novo formato foi conjunto entre as secretarias de Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e Agência Municipal de Desenvolvimento (Amde).

"A ideia do novo projeto é manter a tradição e buscar uma nova alternativa que desse ainda mais grandeza ao evento", disse Romero Rodrigues.
(G1 PB)
Foto: Iago Bruno/G1

12 comentários:

  1. O PREFEITO DEVERIA PROPÔR SEGURANÇA NO CENTRO E BAIRROS DA CIDADE, UTILIZANDO A GUARDA MUNICIPAL E STTP. O PREFEITO DEVERIA PROPÔR MORADIA PARA OS DESABRIGADOS, COMIDA PARA OS NECESSITADOS.. O PREFEITO DEVERIA PROPÔR, UMA REDUÇÃO NO IPTU, NAS PASSAGENS DE ÔNIBUS DESTA CIDADE. O PERFEITO DEVERIA PROPÔR, SAÚDE DE QUALIDADE NAS UPAS E UM ATENDIMENTO E HUMANIZADO NOS HOSPITAIS PÚBLICOS MUNICIPAIS E NAS REPARTIÇÕES DESTA CIDADE.

    O PREFEITO JAMAIS DEVERIA PROPÔR, GASTAR VERBA PÚBLICA COM FESTA A OU B, E DEIXAR UMA CIDADE DO PORTE DE CG, DESPROVIDA DE SEGURANÇA E SAÚDE. DENTE OUTROS PROBLEMAS, POR QUAL PASSA A CIDADE DE CG.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você amigo bem colocado... PREFEITO AO INVÉS DE SE PREOCUPAR COM COISAS DE FUTURO, VAI SE PREOCUPAR COM DROGA DE FESTA. É PRA ELES DESVIAREM AS VERBAS.

      Excluir
    2. Diogo, basta a imortalidade do prefeito, vender o São João de CG, por míseros 300 mil (trezentos mil reais). Essa festa tem que acabar! O São João de CG, á muito tempo atrás, deixou de trazer coisas boas para a cidade.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Prefeito esta de parabens. Sempre e preciso renovar. Essa historinha de parque do povo e nada mais já cansou virou mesmice

    ResponderExcluir
  3. um prefeito BONECO, so pod etrabalhar em prol dos empresarios do ramo de fabtasia e circo, Sem noçao esse prefeito fechou e continua enganando o povo do Distrito Mecanico com apromessa de reabrir o Restaurante Popular, Acabou com o SAMU que as ambulancias servem pra levar moto de funcionarios ao concerto, e ate feira em casa de medico, mas atender o povo não atende como caso recete no Banco Santander, os postos de saude capengas, as ruas asfaltadas com cola PRETA a entrada de Campina Via Rodoviaria, é uma verdadeira LUA cheia de crateras. Esse prefitinho ta levando muita vantagem com esse São João que inexplicavemente ele privatizou e deveria estar fora desse projeto. Coisa Publica é coisa publica.

    ResponderExcluir
  4. CAI FORA PREFEITO DESMORALIZADo, privatizou o São João e agora comprou de volta foi?

    ResponderExcluir
  5. Ao invés de gastar dinheiro com parque, vai abrir a UPA da dinâmica,o povo q trabalhar pra ganhar dinheiro não pra gastar o que não tem

    ResponderExcluir
  6. Ao invés de gastar dinheiro com parque, vai abrir a UPA da dinâmica,o povo q trabalhar pra ganhar dinheiro não pra gastar o que não tem

    ResponderExcluir
  7. cade a UPA prefeito?agente que saber de parque do povo não Marionete de cassio no lugar de voce ampliar o parque do povo porq nao acaba com esse comecio pra ricos, olha para a entrada de campina grande,aqui em joao pessoa é so no que o povo fala. nessa entrada feia cheia de buracos.

    ResponderExcluir
  8. prefeito vamos parar de investir em festa de sao joão e vamos aumentar o investimento na segurança e na saúde de campina e o melhor que vc faz

    ResponderExcluir
  9. O prefeito pensa no futuro, pois a festa promove geração de emprego e renda. Em 2017 mostrou que Campina não precisa se humilhar ao Governo do Estado. Todos os meses de junho os olhos do mundo se voltam para festa em Campina, agora resta usar essa visibilidade em prol da captação de investimentos.

    A gestão municipal deve investir no aparelhamento e no aumento do seu efetivo para auxiliar no combate a violência. No entanto, é bom lembrar que o aumento da violência da falta de uma política de segurança do Governo do Estado.

    ResponderExcluir