sexta-feira, 22 de setembro de 2017

PRIMEIRO SURDO DA PARAÍBA A OBTER TÍTULO DE MESTRE RECEBERÁ MEDALHA DA CÂMARA MUNICIPAL

A Câmara Municipal de Campina Grande concederá na manhã da próxima terça-feira, 26 de setembro, a medalha de honra ao mérito municipal ao professor José Tiago Ferreira Belo, primeiro surdo da Paraíba a obter o título acadêmico de mestre.
A propositura é do vereador Lucas Ribeiro (PP).
A história de Tiago é um exemplo de luta contra as adversidades, de superação e de empenho por uma causa muito justa”, disse Lucas.
Natural de Campina Grande, José Tiago começou a se deparar com obstáculos para estudar desde criança.
Após longa procura, seus pais puderam matriculá-lo na Escola de Áudio-comunicação Demóstenes Cunha Lima, onde permaneceu até concluir o ensino médio.
(Vereador Lucar Ribeiro e José Tiago)
Ao prestar vestibular, se deparou com a falta de acessibilidade das universidades locais, não adaptadas para o processo na Língua Brasileira de Sinais (Libras).
Ele, contudo, não desistiu e foi aprovado para a Universidade Federal de Santa Catarina, Instituição devidamente adaptada, formando-se em 2012 no Curso de Adaptação Letras-Libras. 
Em seguida, ingressou no mestrado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), no Rio Grande do Sul, onde desenvolveu a pesquisa “Representações Surdas Sobre a Língua de Sinais no Facebook”.
Tiago fez a defesa da sua dissertação em dezembro de 2016, obtendo o título de mestre em Educação e tornando-se, assim, o primeiro surdo com mestrado não apenas em Campina Grande, mas em toda a Paraíba.
Além disso, foi aprovado em vários concursos públicos, sendo hoje professor do campus de Cuité da Universidade Federal de Campina Grande.
O vereador Lucas Ribeiro destaca que, além da trajetória de superação, José Tiago desenvolve um trabalho de profundo engajamento na defesa dos direitos da comunidade surda de Campina Grande.
Homenagear Tiago é reconhecer a história inspiradora de um vencedor e, ao mesmo tempo, apoiar sua luta pelo segmento e a necessidade de se fazer valer os direitos das pessoas com deficiência. Mais que vitórias pessoais, é um grande estímulo a todas as pessoas, uma prova de que não existem barreiras que não possam ser superadas. E essas histórias precisam ser reconhecidas e difundidas”, comentou o parlamentar.
A entrega da honraria acontecerá durante a sessão especial alusiva ao Dia Nacional da Pessoa Surda, que é celebrado em 26 de setembro.
(Assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário