sexta-feira, 1 de setembro de 2017

VENDEDOR DE CAMPINA É ASSASSINADO NO CARIRI DURANTE TENTATIVA DE ASSALTO; CASAL, ACUSADO DO CRIME, SAI FERIDO E ACABA PRESO

(Atualizado)
Um vendedor e promotor de eventos de 41 anos de idade, morador de Campina Grande, foi assassinado na noite desta sexta-feira (31/08) durante uma tentativa de assalto que ele o ajudante foram vítimas.
Os acusados foram presos.

Tudo ocorreu por volta das 19h00 numa estrada que liga os municípios de São João do Cariri e Cabaceiras, na comunidade "Curral do Meio".
Moisés Tibúrcio de Lima, conduzia um caminhão baú de entregas quando um casal numa moto interceptou o veículo.

O motorista percebeu que se tratava de um assalto e colocou o caminhão por cima da moto que ficou destruída.
Mesmo assim houve tempo para que o carona atirasse e acertasse a cabeça de Moisés que morreu no local.
Ele morava no Bairro Malvinas.
O ajudante, de 49 anos, não foi ferido e de acordo com policiais do 11ºBPM, estava em estado de choque.
O casal de assaltantes identificado como "Josefa Danusa e Guilherme Simões" saiu ferido.
Ela com fraturas nas pernas e ele com fraturas em um dos pés.
Uma versão diz que passava um carro no momento, Guilherme apontou a arma para a cabeça do condutor e o obrigou a levá-los para um local seguro.
A polícia os localizou e prendeu.
"Danusa e Guilherme" foram conduzidos para o Hospital de Trauma em Campina Grande.
No Trauma, Guilherme está na enfermaria cela. 
Ele nega o crime, assim como a mulher dele.
"Danusa" afirmou que ela e o marido tiiveram a moto roubada minutos antes e contou que, juntamente com Guilherme, foi vítima de acidente provocado pelos homens que roubaram esta moto e tentaram assaltar o caminhão.
Áudios gravados por moradores de São João do Cariri que circulam no whatsapp informam ainda que o casal seguiu o caminhão até o local para fazer a abordagem e num determinado trecho da estrada a condutora passou o carro da vítima e o carona anunciou o assalto.
Foi quando o vendedor colocou o caminhão por cima. 
Moisés era pai de dois filhos.
O ajudante informou na Patrulha da Cidade/TV Borborema que o carona da moto disparou por quatro vezes e foi justamente o último tiro que acertou Moisés.
Ele acrescentou que conseguiu sair da cabine, correr para um matagal e pedir socorro.
Quando voltou ao local, o amigo estava morto.

Um comentário:

  1. Meu Deus q absurdo. Homem bom, trabalhador e pai de família. Q pais é esse, q quem reina São os bandidos?

    ResponderExcluir