terça-feira, 31 de outubro de 2017

AS 50 PESSOAS QUE EM TODOS OS TEMPOS MAIS CONTRIBUÍRAM PARA FAZER DE CAMPINA GRANDE ESSE POLO DE DESENVOLVIMENTO QUE ORGULHA O BRASIL

Seis mulheres e 44 homens compõem a “LISTA DOS 50”, documento coordenado pelo portal APALAVRA reunindo as 50 pessoas que, em todos os tempos e áreas, contribuíram de forma exponencial para o crescimento de Campina Grande, município que neste último dia 11 de outubro comemorou 153 anos de emancipação política e se insere como um dos mais importantes do Brasil.

Pelo menos seis dos homenageados ainda são vivos e de forma plena continuam a trabalhar por Campina Grande, em seus respectivos setores de atividade, orgulhando gerações.
A escolha dos nomes obedeceu a uma democrática e criteriosa seleção, com ajuda do Instituto Histórico de Campina Grande (IHCG), através da presidente Ida Steinmuller, e mais nove filhos da terra profundamente identificados com seu povo e a realidade local – Amaro Pinto, Felix Araújo Filho, José Anchieta Bernardino, Marcos Marinho, Lenildo Ferreira, João Dantas, José Edmilson Rodrigues, Paulo Roberto Florêncio e Júnior Gurgel.
O objetivo do projeto é instrumentalizar a memória local de modo a que as novas e futuras gerações conheçam esses abnegados “tropeiros”, verdadeiros desbravadores do seu progresso, sem os quais certamente Campina Grande não estaria hoje elevada a tão altos e importantes píncaros – na política, economia, artes, cultura, tecnologia, religião, turismo, saúde, educação, etc.
Em princípio, a ideia era fechar o rol com apenas 12 nomes.
Mas, à medida em que os convidados foram fechando as suas indicações verificou-se que algumas injustiças necessariamente seriam cometidas, de modo que a direção do portal optou por elastecer a lista, ampliando-a para 50, o que sem dúvidas a tornou mais fiel à história e essencialmente democrática.
Agora, o passo seguinte é a coleta de dados biográficos e fotografias dos listados, compilando-os em um livro que será ofertado às escolas da cidade, para a mais ampla divulgação possível, em especial com os jovens.
Nos próximos dois meses (novembro e dezembro) uma série de reportagens n’APALAVRA mostrará o perfil de cada um dos escolhidos e a importância dos mesmos, além de entrevistas com os que ainda se encontram em atividade.
PROCESSO DE ESCOLHA
Para se chegar ao total de 50 A PALAVRA coletou inicialmente as indicações feitas pelo “jurados”, que individualmente apontaram até vinte pessoas.
Recepcionados os nomes, com suas devidas justificativas e observações, equipe do jornal agrupou os votos excluindo da lista aqueles que figuraram em apenas uma delas.
Com isso, nomes eventualmente colocados como preferência pessoal ou familiar, mas não contemplados em outras indicações, obrigatoriamente ficaram de fora do rol.
Os nomes estão postos como as personalidades são identificadas pelo público.
Por exemplo: Shaolin não figura como Francisco Jozenilton Veloso, Joseph Noujaim aparece como Cônsul Joseph Noujaim, Marinês não é citada como Inês Caetano de Oliveira...
A LISTA
01 – Argemiro de Figueiredo
02 – Anézio Leão
03 – Assis Chateaubriand
04 – Agostinho Veloso da Silveira
05 – Affonso Campos
06 – Átila Almeida
07 – Austro de França Costa
08 – Bezerra de Carvalho
09 – Consul Joseph Noujaim Habib
10 – Cristino Pimentel
11 – Cristiano Lauritzen                                         
12 – Carolina Zilly
13 – Dalton Gadelha
14 - Edvaldo do Ó
15 – Eneida Agra Maracajá
16 – Epitácio Soares
17 – Elpídio de Almeida
18 – Evaldo Cruz
19 – Elisabeth Marinheiro
20 – Félix Araújo
21 – Fernando Silveira
22 – Hilton Motta
23 – Hortênsio Ribeiro
24 – Itan Pereira
25 – Irmã Aldete
26 – Ivan Gomes
27 – Irineu Jofilly
28 - José Carlos da Silva Júnior
29 – Josusmá Coelho Viana
30 – Juracy Palhano
31 – José Pedrosa
32 – João Rique
33 – Lynaldo Cavalcante
34 – Lopes de Andrade
35 – Lourdes Ramalho
36 – Marinês (Inês Caetano de Oliveira)
37 – Manoel Monteiro
38 - Paulo Montenegro Pires
39 – Raymundo Asfóra
40 – Ronaldo Cunha Lima
41 – Rosil Cavalcante
42 – Severino Bezerra Cabral
43 – Severino Loureiro
44 – Stênio Lopes
45 – Shaolin (Francisco Jozenilton Veloso)
46 – Teodósio de Oliveira Ledo
47 – Vital do Rego
48 – Wergniaud Wanderley
49 – William de Souza Arruda
50 – William Tejo
(Todos os créditos: A Palavra Online)

3 comentários:

  1. Parabéns aos que elaboraram a lista. Muito completa e justa.
    Vamos aguardar o livro.

    ResponderExcluir
  2. Faltou o mestre biliu de campina, particularmente eu o acho um gênio da música!!!

    ResponderExcluir
  3. A lista que envergonha campina grande.

    1 genival lacerda
    2 biliu de campina

    ResponderExcluir