quarta-feira, 11 de outubro de 2017

EM CAMPINA: ROTAM RECUPERA CARGA DE TECIDOS ROUBADA AVALIADA EM 410 MIL REAIS E PRENDE TRÊS ENVOLVIDOS

Policiais da ROTAM recuperaram em Campina Grande uma carga de tecidos avaliada em “410 mil reais” que foi roubada em Caruaru, no Agreste pernambucano, onde ela seria descarregada.
Houve troca de tiros com bandidos.
A polícia realizou prisões.

O ROUBO
Um caminhão baú saiu de São Paulo com cerca de 300 rolos de tecidos para ser entregue numa empresa em Caruaru.
Às 06h00 desta terça-feira (10/10) o motorista, que mora no interior de Alagoas, estacionou o veículo e quando esperava para descarregar foi rendido pelos bandidos.
Ele estava acompanhado da mulher.
Os ladrões saíram com o caminhão e sequestraram o casal.
A CARGA RECUPERADA EM CAMPINA
Por volta das 10h00 a PM recebeu informações de que por trás de uma distribuidora de alimentos na BR 230, na Vila Cabral, havia dois caminhões onde pessoas estavam retirando mercadorias de um e colocando no outro.
Durante o contato, a PM foi informada de que havia um Corolla de cor azul dando cobertura.
Quando a ROTAM chegou ao local foi recebida à bala, revidou e acertou um acusado.
Ele e mais dois homens que faziam a transferência das mercadorias foram presos.
O ferido foi identificado como Thiago Pinheiro Marinho, de 34 anos, morador de Bayeux, na grande João Pessoa.
Os outros são Erinaldo Agripino e Jackson Gomes.
Um mora na Estação velha, em Campina, e o outro em Queimadas.
O MOTORISTA DO CAMINHÃO E A MULHER
O casal ficou por aproximadamente 13 horas num cativeiro entre Alcantil, no Cariri paraibano, e Santa Cruz do Capibaribe/PE.
À noite, por volta das 20h00, o motorista de 46 anos entrou em contato com a família e disse que estava tudo bem.
A informação de onde ocorreu o roubo e sobre a liberação do casal foi dada pelo próprio irmão do motorista a reportagem da TV Borborema na noite da terça na DRF.

Um comentário:

  1. ESTÁ FICANDO MAIS PERIGOSO PARA OS CAMINHONEIROS FAZEREM ENTREGAS NO NORDESTE DO QUE NO RIO DE JANEIRO OU SÃO PAULO. QUE VERGONHA !!

    ResponderExcluir