sexta-feira, 27 de outubro de 2017

MULHER É ASSASSINADA COM UM TIRO; DÍVIDA DO MARIDO PODE TER MOTIVADO CRIME, DIZ POLÍCIA

Um homicídio por volta das 17h40 desta sexta-feira (27/10) revoltou os moradores da cidade de Gado Bravo, na região de Aroeiras, no Agreste paraibano.

Edsônia Maria Alves, de 28 anos de idade, foi morta com um tiro na cabeça por um homem que, segundo informações preliminares obtidas pela polícia militar, teria ido cobrar uma dívida de  “3.000,00 reais” contraída pelo marido dela.
Ainda, de acordo com a PM, o cobrador não encontrou quem lhe devia e acabou matando a mulher.
O próprio marido da vítima informou que o acusado foi cobrá-lo.
O homem foi identificado.
Ele mora no Bairro Santo Antônio, em Campina Grande.
Com o endereço “em mãos”, uma guarnição da 3ªCIPM se dirigiu a casa dele em Campina e obteve a informação dos familiares de que, um dia antes, o acusado disse que “iria matar uma pessoa em Gado Bravo”.
As investigações estão sob a responsabilidade do delegado Cláudio Manoel e equipe.
O homicídio ocorreu na Rua João Henrique da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário