mj

mj

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

CRUZES NA PRAIA: POLICIAIS QUEREM SER RESPEITADOS E TRATADOS COMO POLICIAIS

Nesta quinta-feira (18/01) um dos mais belos pontos turísticos da Paraíba amanheceu com um cenário diferente.

Às 06h00 no Busto de Tamandaré, na orla, em João Pessoa, a ASPOL – Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba realizou um movimento que representa o luto dos policiais, quanto às perdas salariais e a obrigatoriedade de vender a folga, conforme Lei Estadual 11.066.

Foram fincadas cruzes de madeira e realizado um enterro simbólico, em alusão ao futuro dos policiais que podem morrer trabalhando por não conseguirem se aposentar por conta das perdas salariais de 40%, e ainda são obrigados a tirar plantão, recebendo 1/3 da hora extra que deveriam receber.
O manifesto chamou a atenção de quem passava pelas praias de Cabo Branco e Tambaú.

Os policiais estão na rua, mostrando a sociedade a situação a que estão submetidos. Sofremos com a falta de respeito do governo que nos paga o pior salário do país e ainda nos faz trabalhar com um efetivo insuficiente, trabalhando por mais de três policiais, lembrando que existem mais de 700 policiais aptos à aposentadora, mas não se aposentam, face as perdas salarias”, disse a presidente Suana Melo.
Ela acrescentou que “quando os policiais se aposentam, sofrem com perdas salariais que afetam diretamente toda a família, isso porque o policial não recebe através de subsídio, como é previsto na Constituição Federal e em Lei Estadual”.  
NA TERÇA-FEIRA (16) na sede do Ministério Público do Trabalho, a ASPOL já havia formalizado denúncia contra a Gerência de Armas e Munições, da Secretaria de Segurança do Estado, que se recusou em receber os coletes vencidos, devolvidos pelos policiais civis.
A recusa da Gerência de Armas demonstra enorme desorganização da gestão de alguns delegados, como também falta de profissionalismo ao querer se eximir da responsabilidade de receber os coletes, desrespeitando os policiais. Já comunicamos o fato ao Secretário de Segurança, Cláudio Lima”, disse Suana Melo.
(Redação com informações da ASPOL)
Fotos: Júlio Cesar - Assessoria 


3 comentários:

  1. o nosso Brasil é um pais sem lei. pra que o presidente estar preoculpado com salário de policias.

    ResponderExcluir
  2. estamos voltando ao passado o tempo dos filmes de faroeste terra sem lei

    ResponderExcluir
  3. estamos voltando ao passado o tempo dos filmes de faroeste terra sem lei

    ResponderExcluir