quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

POLÍCIA IDENTIFICA EXECUTOR DE OPTOMETRISTA EM CAMPINA GRANDE

*Fugitivo do semiaberto é apontado como executor.
O delegado Cristiano Santana reuniu a imprensa na manhã desta quinta-feira (11/01) para repassar informações sobre o executor da morte do optometrista Moacir Olímpio Dantas, ocorrida no na última sexta-feira de 2017, no consultório dele, no Centro de Campina Grande.


O acusado é Thiago Luiz dos Santos Costa, 22 anos de idade.
Ele está foragido.
Segundo o delegado, Thiago é foragido do regime semiaberto (albergado) e desde outubro/2017 deixou de comparecer a Casa Albergue no Bairro Monte Santo.
Cristiano disse ao www.renatodiniz.com às 11h05 que "estaremos ouvindo várias pessoas no decorrer do dia, mas sinceramente não descartamos 'nenhuma linha' de investigação".
OUTROS PONTOS DESTACADOS PELO DELEGADO
*Mais de dez pessoas já foram ouvidas entre familiares, funcionários e amigos...”.
*Com base nos depoimentos chegou-se ao executor...”.
*As pessoas que estavam no consultório disseram que o acusado assim que chegou ao local anunciou o assalto de arma em punho e pedindo dinheiro. Ele insistia que o optometrista entregasse o dinheiro (o apurado)...”.
*O opotometrista insistia em dizer que não tinha dinheiro, pois ele tinha acabado de abrir o consultório e por isso não havia dinheiro até aquele momento, mas ele insistia...”.
*Segundo depoimento de uma das testemunhas, num determinado momento Moacir reagiu, e depois se ouviu um disparo...”.
*Foi descrito que houve essa reação. Isto consta nos depoimentos... O assassino teria sim perguntado pelo apurado...”.
*Pelas circunstâncias há um indicativo de que ele (o assassino) tinha algumas informações privilegiadas do local. De certa forma é local de ‘difícil acesso’ (foge um pouco do padrão desse tipo de crime patrimonial)...”.
*O que a gente tem até o momento é que ele (o assassino) teve uma informação sobre a rotina do consultório, mas por outro lado é um pouco contraditório, pois o estabelecimento havia acabado de abrir... Então, pela lógica, o valor mais vultoso seria no final da manhã....
O CRIME
O optometrista foi assassinado na manhã de 29 de dezembro no consultório no Edifício Ariús, na Rua Maciel Pinheiro.
Moacir Olímpio Dantas, 56 anos, foi surpreendido por um bandido.
O crime ocorreu por volta das 08h30.
Ele foi morto com um disparo na cabeça.
Moacir era membro do moto clube Tropeiros do Asfalto.
O assassino chegou ao prédio pedindo informações  sobre onde fazer um exame “oftalmológico”.
Ao entrar na sala, no primeiro andar, estavam o recepcionista, duas pacientes e o optometrista.
Informações dão conta de que o ladrão anunciou o assalto, depois o disparo.
Na fuga ele ainda ameaçou pessoas que viu pela frente.
O assassino (ou suspeito) usava camisa rosa, é alto e foi visto fugindo em direção à prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário