sábado, 6 de janeiro de 2018

RAPTO DE DUAS BEBÊS EM ABRIGO MOBILIZA POLÍCIA EM ESPERANÇA; CRIANÇAS FORAM ENCONTRADAS E ACUSADAS PRESAS



O rapto de duas bebês em um Abrigo da cidade de Esperança, na região de Campina Grande, mobilizou policiais do 15ºBPM, mas tudo acabou bem.
Quatro acusadas foram presas em flagrante.

O caso, registrado no CIOP – Centro de Operações da Polícia Militar – foi feito às 05h30 deste sábado (06/01) e aconteceu no  num Abrigo no Centro da cidade, mas a falta das crianças foi notada por volta das 04h30.
Os alvos das raptoras foram duas meninas de um ano.
A guarnição da sargento Rosimere e cabo Lima entrou em ação e por volta das 08h30 as bebês foram encontradas em poder de Daiana dos Santos, agricultora, 25 anos; Maria Verônica, 33 anos, agricultora; Daniele Mendes, de 32, e Joseane Alves, de 37.
Todas moradoras de Areial, cidade vizinha a Esperança.
Joseane, inclusive, trabalhava no local como cuidadora.
Maria Verônica estava com as crianças.
Para ter acesso ao Abrigo, as acusadas cortaram a cerca elétrica e retiraram  as crianças por cima do muro.
Essa ação teria ocorrido por volta das 02h30.
A guarnição conseguiu imagens de câmeras de monitoramento de um local próximo e entrou em ação.
Uma das acusadas foi reconhecida pelas imagens.
A partir de então começou uma incessante busca que terminou em Areial.
Chamou a atenção dos policiais o fato de que as crianças já estavam com cabelos cortados e pintados.
Segundo o Conselho Tutelar, a mentora sequestrou as crianças para tentar enganar o marido, pois ela dizia que estava grávida de gêmeos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário