sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

PC CUMPRE MAIS UM MANDADO DE PRISÃO CONTRA ACUSADO DE ROUBOS, FURTOS E HOMICÍDIOS. ENTENDA

Policiais civis cumpriram mais um Mandado de Prisão Preventiva contra um acusado de furto, roubos e homicídios em Campina Grande.
Ele já se encontra preso no Presidio Padrão Regional.

(Tocha: acusado)
Edvaldo Farias de Lima Filho, o “tôcha” é acusado da morte de José Ailton Clementino Tavares.
O crime ocorreu na manhã de 27 de junho/2017 em um Beco da Rua Francisco Antônio do Nascimento, no Bairro Santo Antônio. José Ailton, de 40 anos, ex-presidiário, foi assassinado com quatro disparos de revólver na cabeça.
A vítima iria visitar um filho quando recebeu os tiros.
Ele morava na Travessa Gonçalves Dias, no Bairro Nova Brasília.
“Tôcha”, que confessou o crime, já estava preso desde o dia 26 de janeiro quando os policiais da Delegacia de Homicídios o flagraram acompanhando um enterro no Bairro de José Pinheiro.
(José Aílton: vítima)
Na oportunidade ele portava um revólver calibre "38" Special, uma arma para oito balas e raramente apreendida em Campina.
Contra ele já havia dois Mandados de Prisão por roubos e furtos.
Um deles "em virtude do assalto a uma loja de operadora de telefonia localizada no centro da cidade de Campina Grande, crime confessado por ele", informou a delegada Ellen Maria
"Ele seria ainda autor confesso de um duplo homicídio ocorrido no dia 10/05/2015, quando era menor de idade. As vítimas foram José Francisco e João da Silva que foram mortas a tiros dentro de um bar no bairro José Pinheiro", disse a delegada Ellen Maria.
“Tôcha” também já cumpre uma Preventiva referente a participação dele em crimes relacionados a ataque a instituições bancárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário