sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

PC ESCLARECE HOMICÍDIO OCORRIDO EM BODOCONGÓ: ACUSADO ESTÁ PRESO

A polícia civil esclareceu a morte de Valdir Galvão dos Santos, de 44 anos, vítima de tiros em novembro do ano passado no Bairro Novo Bodocongó, em Campina Grande.

Ele foi baleado na noite da terça, 28, e acabou morrendo na noite seguinte no Hospital de Trauma.
Contra o acusado, Regivan Lopes da Silva, de 26 anos, foi cumprido um Mandado de Prisão Preventiva.
Ele já havia sido preso em caráter temporário (Mandado de Prisão Temporária).
Após a requisição de confronto balístico por parte da autoridade policial, o laudo confirmou que os projéteis que estavam no corpo da vítima saíram da arma apreendida de posse de Regivan”, disse a delegada Nercília Dantas.
A motivação do crime, acrescentou a policial, “teria sido uma desavença ocorrida entre vítima e indiciado”.
O CRIME
Valdir Galvão dos Santos foi baleado com três tiros no pescoço e no tórax na comunidade Novo Bodocongó.
Ele foi socorrido pelo SAMU e no momento em que entrava no hospital para ser levado para a ala vermelha desabou da maca.
A queda ocorreu quando a maca passava por uma rampa improvisada feita de madeira.
A frente do Hospital de Trauma estava passando por reforma e a entrada dos pacientes estava sendo realizada por uma porta lateral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário