sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

PC IDENTIFICA ACUSADO DE MATAR JOVEM; ELA FOI ASSASSINADA NA FRENTE DAS FILHAS

A polícia civil divulgou na manhã desta sexta-feira (16/02) fotografias do acusado de ser o autor da morte de Aylla Duarte Silva, de 19 anos.

O crime ocorreu na tarde de 05 de fevereiro na frente da casa onde ela morava, na Estação Velha, em Campina Grande.
Ela foi assassinada com três tiros de revólver na cabeça.
O autor, segundo a delegacia de Homicídios é Genilson de Sousa Silva, “papada”, de 27 anos.

A motivação do crime ainda não foi esclarecida.
Imagens de câmeras de monitoramento ajudaram a identificar o acusado.
Aylla tinha três filhas, duas  presenciaram a mãe ser assassinada.
Ela usava uma tornozeleira eletrônica.

“Papada” é foragido do Serrotão onde cumpria pena por tráfico.
Em julho do ano passado conseguiu o benefício do semiaberto, mas deixou de cumprir a determinação da justiça.
Ele também é acusado de ser autor de um sequestro em Lucena, no litoral, que teve como vítima um cabo da PM.
O caso ocorreu em 23 de janeiro.
O policial foi trazido para Campina Grande e conseguiu sair do porta-malas do próprio carro (Leia: CABO DA POLÍCIA MILITAR É SEQUESTRADO NO LITORAL E TRAZIDO PARA CAMPINA; publicada em 23 de janeiro).

Um comentário:

  1. o crime já estar quase esclarecido. o marido desta mulher estar preso por tráfico de droga.o cara que matou ela tem envolvimento com droga.ela era usúaria de droga e levava droga para a penitenciaria para o marido.

    ResponderExcluir