segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE MATAR JOVEM NA ESTAÇÃO VELHA

(Atualizado)
Uma ação do Serviço de Inteligência da polícia militar em Campina Grande resultou na prisão de Genilson de Sousa Silva, o “papada”, de 27 anos.

Ele é acusado de executar Aylla Duarte da Silva, 19 anos, no dia 05 de fevereiro na Estação Velha.
Ela foi morta na frente de duas filhas com três tiros de revólver na cabeça.
“Papada” foi preso dentro de uma residência na Rua São Jorge, no Bairro Jeremias.
Como ele foram encontrados um revólver calibre “38”, porções de maconha e cocaína.
O preso também é acusado de sequestrar um policial militar no dia 23 de janeiro em Lucena, no Litoral.
Policiais militares do 2ºBPM e policiais civis também participaram na ação de captura.
"Papada" confirmou que matou Aylla por causa de um desentendimento, mas para a polícia civil ele executou uma ordem vinda de um dos presídios.
A morte dela estaria ligada ao tráfico.
A PC também acredita que  acusado pode ter matado 16 pessoas desde que quebrou o albergue sete meses atrás.
Cinco homicídios já estão confirmados.

6 comentários:

  1. o caso da explosão do shop ficou abafado ninguém fala mais

    ResponderExcluir
  2. Era pra PM dá um tiro acidental na cabeça desse "BANDIDO'covarde!!!!

    ResponderExcluir
  3. Ele deve ter escorregado no lodo que tem na entrada da central de polícia. E nesse tempo chuvoso tem muito...

    ResponderExcluir