sexta-feira, 27 de abril de 2018

LADRÃO ASSALTA CORREIOS NA OUSADIA, MALANDRAGEM E SANGUE FRIO. PM NÃO FOI AVISADA DO ROUBO


*Polícia Militar não foi informada do roubo
Um bandido usou de sangue-frio, ousadia e malandragem para praticamente sozinho assaltar a agência dos Correios de Esperança na manhã desta sexta-feira (27/04).

Por volta das 07h40 um carteiro, de 40 anos de idade, chegou ao local de trabalho acompanhado de um estranho.
De acordo com a polícia civil, ele foi abordado por este homem de arma em punho na porta de casa, quando saía para a agência.
O estranho disse que tinha sequestrado o filho do carteiro e deu detalhes da roupa do menino que tinha ido para escola e se ele não “ajudasse”, o filho seria morto.
Ainda, segundo a polícia civil, nos Correios o bandido já foi rendendo o vigilante de que roubou a arma e o colete balístico.
Quem chegava ao local (funcionários) era abordado e rendido.
O ladrão “sempre dizia” que “se fizessem alguma coisa o filho do carteiro seria morto”.
A polícia acrescentou que “o assaltante aguardou o cofre ser aberto (pois o equipamento segue um horário padrão), retirou todo o dinheiro e na saída mandou que todo mundo aguardasse dez minutos até que o filho do carteiro batesse à porta”.
Passados os dez minutos, ninguém bateu a porta.
Depois ficaram sabendo que o filho do funcionário sequer havia saído da escola.
Para a PC, ao menos duas pessoas participaram do assalto, “pois ele recebia ligações constantes pelo celular”.
O valor levado não foi informado.
O caso chegou ao conhecimento da polícia militar às 09h30.
Ela não foi comunicada do crime e sim a polícia civil.
Se os policiais do 15ºBPM tivessem sido informados certamente que diligências teriam sido realizadas com exatidão.
A PM na região do 15ªBatalhão já prendeu em flagrante delito dezenas de assaltantes.
A polícia militar é uma instituição parceira e no Batalhão de Esperança existe uma equipe extremamente diligente no Serviço de Inteligência.
Em conjunto com a PC e PF tem demonstrado êxito e responsabilidade.
O roubo agora fica sob a investigação da polícia federal que certamente, por parceria, vai solicitar apoio da PM para prender o bandido.

Um comentário: