mj

mj

quarta-feira, 16 de maio de 2018

ADOLESCENTES SAEM PARA BEBER E ACABAM ESTUPRADAS POR QUATRO HOMENS


Na noite da segunda-feira (14/05) duas adolescentes, de 14 e 16 anos de idade, saíram para beber em um bar, em São Sebastião de Lagoa de Roça, e lá se encontraram com um homem que estava num veículo de cor prata.
Neste ambiente apareceram mais três homens, juntaram as mesas e começaram a ingerir bebida alcoólica.
Em seguida o grupo saiu deste bar, entrou no carro, e se dirigiu à zona rural de Alagoa Nova para uma “casa abandonada”.
Nesta casa as duas adolescentes, que moram em Lagoa de Roça e Lagoa Seca, disseram que foram estupradas, mas antes foram espancadas (ainda dentro do carro).
As meninas foram deixadas no local e na manhã da terça-feira (15) saíram da residência, caminharam bastante e por volta das 09h00 encontraram abrigo no  sítio em Areia.
O Conselho Tutelar foi informado e solicitou auxilio da PM.
As meninas foram resgatadas e levadas para a Delegacia de Areia onde a delegada Simone Lacet se certificou do ocorrido.
Como o caso aconteceu em Alagoa Nova, a policial encaminhou às vítimas ao Conselho Tutelar de lá e consequentemente à Delegacia.
Uma das vítimas, de 16 anos, que mora em Lagoa Seca, relatou que tinha saído de casa na sexta-feira (11) e estava na residência de amigos.
Ela contou que já tinha sido vítima de estupro anteriormente.
A garota, que está matriculada em uma escola pública, mas não frequenta a sala de aula acrescentou que a mãe é doente e o pai é alcoólatra.
Já o delegado Mallon Cassimiro, em Alagoa Nova, ouviu as adolescentes e requisitou exames (coleta de material genético).
As garotas informaram que foram  obrigadas a se submeter aos prazeres dos algozes que se revezavam  durante o estupro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário