quarta-feira, 9 de maio de 2018

TEM DINDIM? PC PRENDE ACUSADA DE TRÁFICO QUE "USAVA PICOLÉ" PARA ESCONDER BOCA DE FUMO

Policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes desmantelaram mais uma boca de fumo em Campina Grande.
O flagrante ocorreu no Bairro Três Irmãs após denúncias do Disque 197.
Uma mulher de 37 anos de idade, mãe de cinco filhos, foi presa.

Duas situações chamaram a atenção dos PCs.
Parte da rua era “vigiada” por câmeras instaladas na residência com objetivo de monitorar a polícia.
Na casa funcionava uma venda de dindim (sacolé) que na verdade servia como uma forma de dar menos visibilidade ao tráfico de droga no local.
O usuário chegava, pedia o dindim, mas na verdade ele comprava crack ou maconha.

Na hora do flagrante a PC encontrou pedras de crack e maconha escondidas dentro de um balde com roupas sujas.
Os policiais também se impressionaram com a “normalidade da situação”.
Os filhos da acusada falavam do tráfico na casa como algo extremamente comum e natural.

Um comentário: