segunda-feira, 18 de junho de 2018

APOSENTADO É AMARRADO E ASSASSINADO DURANTE ASSALTO; FLANELINHA É ASSASSINADO COM TIROS NA CABEÇA


A polícia está procurando quatro latrocidas, entre eles uma mulher, que assassinaram um agricultor aposentado de 79 anos de idade por volta das 05h00 desta segunda-feira (18/06).

José Amorim de Oliveira, conhecido como “Zé Gago”, foi morto por asfixia.
Ele foi amarrado e os ladrões colocaram um saco plástico na cabeça dele.
O crime aconteceu na chácara da vítima localizada na Avenida Frei Damião, no Bairro Baixa Verde, em Remígio.

Além de “seu Zé Gago”, estavam na casa a mulher dele e a filha que também foi amarrada.
Os assaltantes pularam um muro e passaram cerca de 40 minutos na chácara.
Eles roubaram vários objetos, deixaram a residência toda bagunçada e fugiram num veículo Gol da família da vítima.
O carro foi encontrado no sítio “Lajedo do Tetéu”.
Após saírem da residência, a filha de José Amorim conseguiu se desamarrar e foi procurá-lo pelo terreno.
Ela disse que depois de bastante tempo o localizou numa cocheira com os pés e mãos amarrados, coberto com capim, com um saco na cabeça e um “pedaço de pano” envolto ao pescoço.
EM CAMPINA GRANDE
Já em Campina Grande, na feira da Prata, no domingo, por volta das 06h00, foi assassinado o flanelinha Naelson Avelino Pereira, de 42 anos de idade, que morava no Bairro Araxá.
As primeiras informações obtidas são de que teria ocorrido uma discussão entre ele e um homem.
Este suspeito saiu e quando voltou atirou na cabeça de Naelsom por três vezes.
Ele morreu no local.

Um comentário:

  1. Bando de covardes fazer isso com o idoso. A polícia tem que achar esses marginais,é uma questão de honra.

    ResponderExcluir