sábado, 30 de junho de 2018

BOQUEIRÃO FICA CINCO MESES SEM RECEBER ÁGUAS DA TRANSPOSIÇÃO; AÇUDE ESTÁ COM 33,39% DE ÁGUA


O açude Epitácio Pessoa não recebe água da transposição do Rio São Francisco desde o mês de abril.
A informação é do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs).

Durante uma reunião realizada entre o Ministério da Integração, Ministério Público Federal e Estadual e Agência Nacional da Águas (ANA), ficou determinado que as comportas que levam as águas da transposição para Boqueirão seriam fechadas, para que as obras do eixo leste que compõem as barragens de Camalaú e Porções, no cariri paraibano, fossem concluídas.
Segundo o Ministério da Integração, o prazo para conclusão das obras é de quatro meses.
De acordo com o planejamento que foi feito, a expectativa é que em agosto as águas do São Francisco já estejam regularizadas no abastecimento de Boqueirão”, afirmou o coordenador do Dnocs na Paraíba, Alberto Gomes.
Para Alberto, a suspensão no bombeamento das águas no eixo leste não causa riscos para a segurança hídrica da população do compartimento da Borborema.
Essa suspensão no bombeamento das águas para Boqueirão já estava dentro do planejamento das obras e ainda fomos beneficiados com a recarga natural que o manancial recebeu com as frequentes chuvas que caíram entre os meses de janeiro e maio no estado, sendo assim, não existe risco algum de chegarmos a um colapso, como aconteceu em 2017, quando o açude atingiu o volume morto”, finalizou.
O açude Epitácio Pessoa abastece Campina Grande e outros 18 municípios, o que representa o abastecimento de mais de um milhão paraibanos.
Atualmente, Boqueirão está com 33,39% da sua capacidade total, os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA).
(Do OP9)

Nenhum comentário:

Postar um comentário