sábado, 30 de junho de 2018

VOLUME DO AÇUDE DE ACAUÃ SOBE 8% APÓS ABERTURA DAS COMPORTAS DE BOQUEIRÃO


O volume do açude Argemiro de Figueiredo, conhecido como açude de Acauã, na cidade de Itatuba, no Agreste paraibano, subiu 8% desde março deste ano.

O aumento no volume ocorreu depois que foram abertas as comportas do açude Epitácio Pessoa, conhecido como açude de Boqueirão, no Cariri paraibano.
Quando as comportas foram abertas no dia 22 de março deste ano, Acauã estava com 3,7% da capacidade total, o que equivale a cerca de 9,3 milhões de metros cúbicos de água.
Segundo os dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) nesta sexta-feira, o volume está em 11,9% da capacidade total, o que equivale a cerca de 30,1 milhões de metros cúbicos.
A medida de abertura das comportas de Boqueirão foi autorizada pela Agência Nacional das Águas (ANA), com o objetivo de garantir fornecimento de água potável a 14 cidades abastecidas por Acauã.
A água sai de Boqueirão e segue até Acauã, pelo caminho natural, através do leito do Rio Paraíba.
Quando as comportas foram abertas em Boqueirão, a vazão liberada era de 0,8m³ por segundo.
Mas, em junho deste ano, o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs) anunciou que a vazão foi reduzida pela metade (0,4m³), por causa da necessidade de paralisação no bombeamento de águas da Transposição do Rio São Francisco para a Paraíba. Isso ocorreu para a conclusão de obras.
Apesar da redução, o volume não deixou de aumentar.
(G1 Paraíba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário