terça-feira, 10 de julho de 2018

SEGURANÇA NO PARQUE DO POVO: PONTO POSITIVO


Embora o São João no Parque do Povo tenha começado com uma série de situações adversas, é preciso registrar o ponto positivo na questão de segurança.

Tanto a polícia militar, quanto a empresa contratada para controlar a entrada de pessoas no interior do Parque e nos camarotes, foram eficientes e evitaram registros violentos nas 31 noites de festa.
Nem as "agulhadas" foram suficientes para desmerecer o trabalho de quem foi garantir a diversão dos outros.
Numa festa imensa como esta são comuns casos de furtos e brigas, mas este ano não houve registro de morte e isto é um ponto pra lá de positivo.
A revista na entrada feita pelo Grupo Força Alerta Segurança e Vigilância Patrimonial teve um papel fundamental.
Centenas de frascos com substâncias entorpecentes, porções de droga e objetos perfurocortantes foram apreendidos e seus portadores encaminhados à polícia.
Menores de 16 anos desacompanhados de responsáveis ou de familiares foram barrados, como determinou um TAC do ministério público.
Os profissionais da empresa, que trabalharam no Parque do Povo, passaram por um curso de capacitação e qualificação para grandes eventos.
O curso durou uma semana. 
No fim uma certeza: a segurança é fundamental em qualquer gigantesco evento.
Sem ela é inviável.

2 comentários:

  1. Pena que as pessoas não sabem que esses pais de familia alem de passar dose 12 horas de serviço ainda eram obrigados a tirarem o horário ate meia noite no pp...

    ResponderExcluir