Menu

sexta-feira, 10 de abril de 2015

“SÓ EU E DEUS SABEMOS O QUE EU PASSO; E MAIS NINGUÉM”, DIZ A MÃE DE UM ADOLESCENTE FLAGRADO TENTANDO JOGAR MACONHA E CELULARES EM PENITENCIÁRIA

A mãe de um adolescente entrou em desespero ao saber que o filho foi apreendido tentando jogar droga e celulares para dentro de uma penitenciária em Campina Grande, nesta quinta-feira (09/04)
Policiais militares apreenderam o adolescente de 16 anos no momento em que ele tentava arremessar para dentro da Penitenciária Regional do Serrotão quase 200g de maconha e três celulares.
O sargento Gilson disse que percebeu dois ocupantes de uma motocicleta no entorno da penitenciária em “atitudes suspeitas”.
“Fizemos abordagem e encontramos o menor com um saco na mão. Dentro do saco encontramos a droga e os celulares”.
O menor denunciou uma mulher que foi detida para averiguações.
Ele afirmou que ela o mandou levar “o pacote” para a penitenciária.
O mototaxista que conduzia o veículo foi isento da cumplicidade.
Na Central de Polícia, a mãe do infrator desabafou chorando: “Ele em casa é calado. Quando eu vou falar as coisas, ele só falta me engolir. Mando se afastar das amizades que ele tem. Eu mando ele se afastar, Renato. Eu saio de 06h10 para trabalhar, para sustentar a casa. Para pagar aluguel, água, luz, feira. Dar as coisas para ele dentro de casa e nunca sabia que ele estava envolvido com essas porcarias”.
E continuou o desabafo:
“Agora, dentro de casa, só falta me engolir quando eu vou perguntar quem é os amigos dele. Quando chegam os amiguinhos dele eu boto pra correr lá de casa. Hoje de manhã eu ia sair para trabalhar, chegou um, Renato, eu disse: o que é que você quer? O que é que você quer? Ele num disse nada”.
Ela concluiu dizendo: 
“Agora, meu filho não diz nada. Só falta me engolir. É rebelde dentro de casa. Só eu e DEUS sabemos o que eu passo; e mais ninguém.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário