VOTO DE APLAUSOS PARA O RENATODINIZ.COM

(Vereador Alexandre do Sindicato)

"Nesta terça-feira (05/08), logo cedinho, quando cheguei à redação da TV Borborema, sobre minha mesa estava uma correspondência da Câmara Municipal de Campina Grande.
Ao abri-la fiquei bastante satisfeito com um requerimento feito do vereador Alexandre Pereira da Silva (Alexandre do Sindicato) que solicitou um Voto de Aplausos pelo êxito do renatodiniz.com

A solicitação foi acatada por unanimidade.
O requerimento subscrito pelos vereadores Pimentel Filho, Ivan Batista, além de  Murilo Galdino.
Obrigado!!!
Agradeço o reconhecimento e minha satisfação de saber que o renatodiniz.com faz parte do cotidiano, ou da leitura diária, de representantes da nossa cidade.
Manterei os pés no chão sempre.
Não pode ser diferente.
Agradeço a gentileza e consideração!!!"

“SAÍ DE CASA, DEIXEI MEU FILHO COM VIDA E VOLTO PARA ENTERRÁ-LO. ELE NÃO MERECIA ISSO”


O trabalhador José Genildo da Silva estava em Cuiabá, capital do Mato Grosso, quando na madrugada do domingo (03/08) recebeu a notícia de que o filho mais velho, José Joelson da Silva, 16 anos, tinha sido assassinado dentro da casa de shows Mastodonte, em Lagoa de Dentro, com um golpe de faca.
“Eu não quis acreditar. Não dava para acreditar. Meu filho assassinado!!! Meu filho mais velho assassinado. Infelizmente é verdade”, reagiu ele, em conversa com a reportagem da Patrulha da Cidade/TV Borborema, nesta terça-feira (05).
Completamente abatido Genildo disse que sofreu para conseguir chegar a Campina Grande e poder enterrar o filho.
“Vim de avião. Foram conexões em cidades que eu nem lembro. Cheguei a Campina e poucos minutos depois já estava enterrando o meu menino.”
Genildo contou que saiu de Campina havia dois meses para trabalhar numa firma em Cuibá.
“Saí de casa para trabalhar fora e deixei o homem da casa, um menino bom, trabalhador e obediente. Saí de casa e deixei um filho com vida. Agora volto para enterrar. É triste. Quero justiça. Peço justiça. Quero o acusado pagando pelo crime”, desabafou.
O CRIME
Joelson foi esfaqueado dentro da casa de show Mastodonte, na comunidade Lagoa de Dentro, na madrugada do domingo durante a realização de uma festa.
A vítima morava na comunidade São Januário, no Bairro Bodocongó.
De acordo com a polícia ocorreram três confusões e além de José Joelson, que foi assassinado, mais quatro pessoas foram feridas com golpes de faca.
O crime de morte será investigado pelo delegado Damião Marçal, já que a casa de show se localiza no município e Puxinanã.
O garoto foi vítima de uma covardia.
De acordo com um tio, jogaram cerveja no rosto dele e ele procurou saber quem jogou.
Cercaram a vítima e esfaquearam.
José Joelson fazia um curso no SENAI em Campina Grande e estudava na Escola Estadual Irmã Joaquina Sampaio.
Ele era o “mais velho” da família.
Deixa um irmão de oito anos e uma irmã de 12.      
Qualquer informação sobre o assassino disque 197.

ASSALTO EM CANTEIRO DE OBRAS RENDEU “17 MIL” REAIS PARA OS BANDIDOS

(Trabalhadores: pagamento roubado)

O assalto ocorrido na tarde desta segunda-feira (04/08) em um canteiro de obras no sítio Porteira de Pedras, às margens da BR 230, rendeu aos bandidos “17.000,00 reais”, afirmou o encarregado na Patrulha da Cidade/TV Borborema.
O CRIME
Por volta das 17h40 da segunda-feira, o gerente de uma construtora foi assaltado quando chegava para fazer pagamento aos funcionários.
Após ele entregar o dinheiro ao encarregado, dois homens que surgiram de um matagal anunciaram o assalto e levaram a quantia, uma moto Honda de cor preta (placa NPU 0655), além de um celular.
A dupla estava encapuzada e armada de pistola.
(Bandido usou "camisa da seleção" como capuz)
O veículo roubado pertence ao gerente e foi encontrado nesta terça-feira (05) depenado nas proximidades de onde ocorreu o crime.
Antes de fugir, os ladrões atiraram para o alto procurando intimidar os quase 20 trabalhadores que aguardavam o pagamento.

DUAS PANIFICADORAS ASSALTADAS: BANDIDOS NÃO QUEREM PÃO, QUEREM DINHEIRO

 
Duas panificadoras foram assaltadas na manhã desta terça-feira (05/08) em Campina Grande.
Os crimes ocorreram nos bairros Jardim Paulistano e Conceição. Às 07h30, o estabelecimento localizado na Rua Aprígio Nepomuceno, Jardim Paulistano, foi “visitado” por uma dupla que chegou ao local em uma moto.
Os ladrões estavam portando arma de fogo.
Uma pequena quantia foi roubada.
Já por volta das 08h00, na Rua Manoel Sérgio de Oliveira, no Bairro Conceição, “provavelmente” dois menores levaram dinheiro do caixa e assaltaram clientes.
A dupla, segundo testemunha, estava em um “carro de cor preta”.

LADRÕES ASSALTAM POSTOS DE COMBUSTÍVEIS E GERENTE DE CONSTRUTORA

 
Dois postos de combustíveis e um gerente de uma construtora foram assaltados na tarde desta segunda-feira (04/08) em Campina Grande.
Às 15h40: o Posto São Luiz, no Centenário, foi o alvo de dois homens em uma motocicleta de cor preta.
A dupla roubou celulares e uma quantia não revelada.
Às 16h00: um posto na Avenida Almirante Barroso, no Quarenta, foi assaltado por dois ladrões em um veículo Pálio de cor azul.
O carro estava sem placas.
Valor roubado: “300,00 reais”.
Já às 17h40 o gerente de uma construtora foi assaltado na comunidade Porteira de Pedra (BR 230) quando chegava para fazer pagamento aos funcionários.
O crime foi praticado por dois homens que, além do dinheiro, levaram uma moto Honda de cor preta (placa NPU 0655) e um celular.
A dupla estava encapuzada e armada de pistola.
O valor roubado não foi revelado.