Menu

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

LADRÕES VIOLENTOS INVADEM CASA, ROUBAM, AGRIDEM, HUMILHAM E AMEAÇAM DE MORTE OS MORADORES

Por volta das 19h00 desta terça-feira (02/02) uma residência foi invadida por quatro bandidos armados.
Um deles usava capuz.
O crime aconteceu no sítio “Juá”, em Pocinhos.
Os bandidos chegaram pelos fundos da propriedade em duas motocicletas.
Na hora estavam na casa uma moradora e o filho, de 19 anos.
Como forma de intimidar, os ladrões mataram uma guiné.
O objetivo de matar a ave foi para ameaçar os moradores.
Caso eles não entregassem todos os pertences de valor também seriam mortos.
Foram roubados “1.500,00 reais”, quatro celulares, um aparelho de TV e outros objetos.
Os assaltantes demoraram aproximadamente trinta minutos e deixaram todos os cômodos revirados.
Nada ficou no lugar.
O rapaz foi espancado.
A mãe dele assistiu a tudo.
Em determinado momento, dois ladrões saíram com o jovem da residência e foram até a um galpão.
“Foi um momento de dor, sofrimento e angústia”, contou a mãe dele.
Depois voltaram com ele.
Enquanto os bandidos agrediam o rapaz e mãe dele, chegou o dono da casa, um agricultor de 52 anos de idade.
A tortura continuou e as ameaças aumentaram
“Eu abri a porta e um deles foi logo apontando a arma para minha cabeça. Depois foi só ameaça, empurrão, humilhação. Eu fiquei o tempo todo deitado. A gente não podia olhar para eles”.
O agricultor disse que só queria que os ladrões deixassem o filho dele em paz.
“Meu filho é minha joia. Eu sofri muito vendo ele ser agredido e eu sem poder fazer nada. Eu pedi muito para que DEUS mandasse eles embora”.
A quadrilha foi embora e deixou os moradores trancados e amarrados dentro de um quarto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário