Menu

domingo, 6 de março de 2016

PC ESTOURA BOCA DE FUMO QUE ADOTAVA REGRAS PARA QUEM QUISESSE “FAZER A CABEÇA”

Uma mulher foi presa suspeita de comandar uma casa que servia como ponto de venda e consumo de drogas no município de Cajazeiras, Sertão paraibano.
Na casa, a polícia encontrou uma cartolina grudada na parede onde estavam escritas regras para utilização das drogas no local. Uma das regras dizia: “Ao terminar seu voo dê a cadeira ao próximo passageiro. A fila anda”.
De acordo com o delegado Braz Marrone, chefe do Grupo Tático Especial em Cajazeiras, a polícia chegou ao ponto de drogas a partir de investigações e denúncias da população.
O local possuía dois quartos com cadeiras para que usuários fizessem o uso dos entorpecentes.
“A suspeita já havia sido alvo de uma operação nossa no ano de 2015, mas na época não encontramos drogas. Dessa vez conseguimos flagrar uma quantidade de entorpecentes no local e achamos dois cômodos da casa onde cadeiras eram postas para que os usuários além de comprar as drogas pudessem consumi-las ali mesmo”, contou o delegado.
No momento da operação, uma mulher que consumia drogas no local conseguiu fugir.
No cartaz encontrado na parede estavam regras como: “Não pedir nada para ninguém”, e “tempo máximo após o uso é 10 minutos”.
Além disso, no cartaz ainda era pedido que os usuários trouxessem fósforos ou isqueiro de casa para consumir as drogas ou, se preferissem, contribuíssem com o valor de “UM REAL” por entrada para poder ascender os cachimbos.
Detida, a suspeita foi levada para a delegacia, onde prestou depoimento e foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. Ainda segundo o delegado, a mulher foi encaminhada para a Cadeira Pública Feminina de Cajazeiras.
(Por portalcorreio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário