Menu

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

EM AROEIRAS ALBERGADO É ASSASSINADO QUANDO DEIXAVA A CADEIA; MOTOTAXISTA SAIU BALEADO. EM QUEIMADAS SOBRINHO FERE O TIO COM 22 FACADAS. PM TAMBÉM REGISTRA VIOLÊNCIA EM ALAGOA NOVA

O preso albergado Edilson Bezerra da Silva, de 42 anos, foi assassinado a tiros por volta das 05h20 desta quarta-feira (14/09) quando deixava a cadeia pública de Aroeiras, no Agreste.

O mototaxista José Cícero de Lucena, que transportava Edilson numa moto foi atingido com um tiro nas costas e encontra-se internado no Trauma.
Cícero, como de costume, tinha ido pegar o preso na cadeia e dois homens numa moto abriram fogo.
O albergado morreu na hora.
EM ALAGOA NOVA
Às 18h00 desta terça-feira (13/09) William Vieira Amorim, de 36 anos, foi atingido por um disparo de espingarda no pescoço, nas imediações do Cartório de Alagoa Nova.
Ele estava num bar, segundo se apurou, quando chegou um homem e atirou sem defesa para a vítima que é conhecida como “cara de rato”.     
EM QUEIMADAS
Já às 20h00, também da terça-feira, Levi Ferreira da Silva, de 42 anos, foi vítima de 22 golpes de faca (17 nas costas, duas na cabeça e três no tórax).
Ele estava dormindo em casa quando o próprio sobrinho identificado como “Alexandre” o esfaqueou.
Tudo ocorreu no sítio “Capoeira”, em Queimadas.
Tio e sobrinho tinham bebido antes.
Eles discutiram e o tio foi dormir.
O acusado está foragido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário