Menu

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

INVADIU CASA, RENDEU FAMÍLIA E ACABOU PRESO PELA POLÍCIA CIVIL

Agentes da Polícia Civil em Campina Grande prenderam em flagrante o ex-presidiário Rodenilson Bezerra de Azevedo, 27 anos, após ele invadir e assaltar uma casa na Rua Fernando Bezerra de Melo, no Bairro Catolé.
O crime aconteceu na tarde desta quinta-feira (23/10), por volta 15h00.
Os agentes Agamenon e Bethoven realizaram diligências na área e observaram um homem “meio desconcertado” caminhando com uma bolsa feminina

Desconfiados, os policiais realizaram a abordagem e dentro da bolsa foram encontrados vários objetos, além de um revólver calibre “38”.
Perguntado de quem eram os objetos e a arma, o rapaz “não soube explicar”.
Imediatamente os policiais ficaram sabendo da invasão à residência.
O ROUBO
Rodenilson entrou na casa e rendeu duas mulheres (mãe e filha).
Ele as colocou em um cômodo.
As vítimas foram amarradas.
Foram roubados celulares, joias e outros.

“MEU BEM” É PRESO ACUSADO DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO

 
O Albergado Fernando Alves dos Santos, 26 anos, conhecido como “Meu Bem”, foi preso em flagrante por policiais do 10ºBPM, acusado de tentativa de homicídio.
O crime aconteceu em Esperança, no Agreste do estado.
A vítima é Derisvaldo de Sousa Martins, 35 anos, que foi atingido com um golpe de faca no tórax.
Ele está internado no Hospital de Trauma.
"Meu Bem" já encontra-se recolhido a Cadeia Pública de Esperança.
O motivo do crime: ciúme por parte do acusado.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

DELEGADO QUE INVESTIGA DUPLO HOMICÍDIO EM CAMPINA GRANDE DESCARTA ENVOLVIMENTO DE POLICIAIS MILITARES


O delegado Antônio Lopes que investiga as mortes de Tiago Diniz dos Santos, 26 anos, e Daniel Sousa Batista, de 19, ocorridas na noite de terça-feira (21/10) e madrugada de quarta-feira (22), em Bodocongó, descartou a participação de policiais militares, como alegaram familiares das vítimas.
“Pelo que já apuramos não há indícios de envolvimento de policiais militares. É descartada essa possibilidade”.
O policial contou também que um familiar de um dos mortos confirmou que Daniel e Tiago haviam saído para praticar um crime de roubo.
“Essa mulher afirmou que eles saíram à noite para fazer uma fita. Não sou que estou dizendo, foi ela que disse. O que quer dizer que eles saíram para fazer um assalto ou algo assim”.
Tiago e Daniel foram vítimas de tiros, sendo que Tiago morreu no Hospital de Trauma e corpo de Daniel foi encontrado próximo a uma linha Férrea na Rua Bento Figueiredo.
MORTE DE JOVEM EM SÃO JOSÉ DA MATA
Antônio Lopes também investiga a morte de Magno Mário Pereira, 21 anos, ocorrida pela manhã no sítio Tambor, no Distrito de  São José da Mata.
O jovem foi assassinado com tiros de revólver e golpes de faca.
“Neste caso o crime foi praticado por pelo menos duas pessoas. Magno foi morto com tiros de armas diferentes”.
O relatório da polícia militar informa que testemunhas viram os assassinos em uma moto.
Magno foi atingido com oito perfurações de faca (cinco nas costas e três no pescoço), como também oito disparos de arma de fogo (três nas costas, dois na testa, um na mão e mais um em cada perna).

“LAÇOS DE SANGUE” NO BANCO DOS RÉUS EM CAMPINA GRANDE

Quatro pessoas que foram presas durante a Operação “Laços de Sangue”, realizada em 2011, no sertão do estado estão sendo julgadas no Fórum Affonso Campos em Campina Grande.
O júri, presidido pelo Juiz Falkandre Queiroz, começou às 11h15 desta quinta-feira (23/10).
Marcelo de Oliveira da Silva, Evandro Pimenta de Oliveira, Isac Cosme de Lira, João Gomes da Silva e José Damião Oliveira, que está foragido, são acusados da morte de Raimundo Erivan Batista, ocorrido em julho de 2011 em Catolé do Rocha.
A Operação “Laços de Sangue” teve o objetivo de por um fim a uma briga entre as famílias Veras, Oliveira e Suassuna que se estendeu por mais de 30 anos resultando em aproximadamente 100 mortes nas cidades de Catolé do Rocha e Patos, no Sertão da Paraíba, no Rio Grande do Norte e também no Ceará. 
Quase vinte pessoas já foram presas pela polícia civil da Paraíba.
A operação teve repercussão em todo o país.

VENDA DE BEBIDA ALCOÓLICA NO 2º TURNO É LIBERADA NA PARAÍBA

 
A comercialização de bebidas alcoólicas está liberada no domingo dia 26 de outubro, quando ocorre o segundo turno das Eleições, em estabelecimentos vinculados à Abrasel - Associação de Bares e Restaurantes na Paraíba.
A decisão é do Tribunal de Justiça, que atendeu a mandado de segurança preventivo com pedido de liminar impetrado pela Abrasel e foi publicada no Diário Oficial da Justiça desta quinta-feira (23).

Cerca de 30% dos bares e restaurantes do estado são vinculados à Abrajet.
A ação da associação se antecipou a uma possível portaria da Secretaria de Defesa Social do estado estabelecendo a lei seca durante o segundo turno das Eleições.
O pedido foi analisado pelo juiz João Batista Barbosa, que citou em seu despacho a ausência de previsão legal para a proibição do exercício da atividade comercial.
“Não havendo previsão legal no sentido de proibir a comercialização de bebida alcoólica no dia das eleições, resta patente a fumaça do bom direito”, diz.
O Secretário de Defesa Social do estado, Claudio Lima, disse que já foi notificado sobre a decisão e que vai cumpri-la.
Segundo ele, ainda não há definição da secretaria sobre a publicação de portaria decretando a "lei seca".
(g1pb)

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

EM CAMPINA: POLÍCIA REGISTRA TRÊS HOMICÍDIOS EM MENOS DE 24 HORAS

(Daniel Sousa Batista e Tiago Diniz Santos)

Três homicídios foram registrados em menos de 24 horas em Campina Grande.
Dois ocorreram no bairro Bodocongó e o terceiro na zona rural.
Em Bodocongó, as mortes têm ligação.
Por volta das 20h30 da noite desta terça-feira (21/10), Tiago Diniz dos Santos, de 26 anos, ajudante de pedreiro, foi encontrado ferido, só de cueca, próximo a UFCG.
Ele foi socorrido pelo SAMU para o Hospital de Trauma, mas não resistiu.
Tiago morreu vítima de um tiro nas costas.
Já na madrugada desta quarta-feira (22) a polícia encontrou próximo a linha férrea, na Rua Bento Figueiredo, o corpo de Daniel Sousa Batista, de 19 anos.
O jovem foi assassinado a tiros e com golpes de punhal, garantem familiares.
O corpo dele estava a poucos metros de onde Tiago foi encontrado agonizando.
Tiago era casado com a sogra de Daniel e moravam no bairro Araxá, na Rua Rubenita Wanderley.
Familiares disseram que eles saíram juntos na noite da quarta-feira e acusam policiais militares pelas mortes.
O coronel Lívio Delgado, comandante do 2ºBPM não acredita no envolvimento de policiais.

Pela manhã, às 10h20, foi assassinado com quatro tiros em uma estrada do sítio Tambor, no Distrito de  São José da Mata, Magno Mário Pereira dos Santos, de 21 anos.
Os disparos atingiram a cabeça e tórax do jovem.
Ele foi surpreendido quando pedalava uma bicicleta.
Magno morava na Rua Maria Hungria Costa Pereira, em São José da Mata.
No local, ninguém viu nada.
Os três homicídios estão sendo investigados pelo delegado Antônio Lopes.

VEJA O VÍDEO: ARROMBADOR ATUA COM TRANQUILIDADE EM MERCADINHO NO CATOLÉ

VEJA O VÍDEO
video
Um mercadinho na Rua João Quirino no bairro Catolé, em Campina Grande já foi assaltado e furtado várias vezes.
Em uma semana o estabelecimento foi arrombado duas vezes pelo mesmo ladrão.
A imagem mostra ele furtando moedas e cédulas.
O mercadinho está localizado na Rua João Quirino, próximo a Central de Polícia e a Força Tática.
Quem souber informações do ladrão entrar em contato com a Delegacia de Roubos e Furtos para ver se o rapaz “toma jeito”.