Menu

domingo, 21 de setembro de 2014

O MENINÃO REPUDIA ATOS DE VANDALISMO DURANTE A NOITE

Giovani Montinni, gerente do Ginásio de Esportes “O Meninão” e coordenador da 9ª Taça Paraíba de Futsal, evento que reúne 74 equipes da Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Ceará, com cerca de 1.000 atletas entre 6 e 17 anos, enviou correspondência ao renatodiniz.com deixando claro seu repúdio aos fatos ocorridos na noite deste sábado (20/09).
Diz o texto:
“Repudio veementemente o ocorrido na última noite, visto que abrigamos três delegações, separando as duas masculinas da feminina e tais atos selvagens são incompatíveis com o propósito do evento.
Enquanto coordenador prezo pelo cumprimento de normas pré-estabelecidas e enviarei aos presidentes das delegações envolvidas no ocorrido, notificação do lamentável ato de indisciplina.
Desde já agradeço a publicação e atenção. 
ENTENDA O CASO
Uma guarnição do 2ºBPM foi enviada ao Ginásio de Esportes “O Meninão” para averiguar uma tentativa de invasão ao local onde está hospedada uma delegação de Maceió/AL, formada por uma equipe feminina de futsal júnior.
Alguns membros de outras delegações teriam tentado invadir o alojamento das adolescentes.
Os vigilantes estavam dormindo e quando acordados mostravam sintomas de embriaguez, além disso, teriam se recusado a acender as luzes.
Uma das adolescentes contou que foi assediada por um jovem que a agarrou.

MAIS UM HOMICÍDIO EM CAMPINA GRANDE: HOMEM É MORTO COM GOLPES DE FACA; EM OUTRO CASO HOMEM É FERIDO A PEDRADAS

 
Por volta das 06h00 deste domingo (21/09) foi encontrado nas imediações de um campo de futebol, na Estação Velha, em Campina Grande, o corpo de Edmilson Xavier dos Santos, 40 anos.
O homem foi assassinado com golpes de faca.
A polícia recebeu informações de alguns “jogadores de pelada” que “havia um homem morto no local”.
Pelo estado do corpo, a vítima pode ter sido assassinada  durante a noite do sábado (20).
Este ano em Campina Grande 107 homicídios.
No ano passado, no mesmo período já tinham sido mortas 134 pessoas no município.
Já nesta madrugada (21), por volta das 04h00, um homem foi encontrado agonizando na Avenida João Wallig, no Distrito Industrial.
A polícia constatou espancamento e hematomas profundos provocados por pedradas.
O olho esquerdo quase que era “arrancado”.
O homem também tinha uma fratura no ombro e apresentava sinais de embriaguez.
A própria polícia o conduziu para o Hospital de Trauma onde ele permanece sem identificação.

“FOI TERRÍVEL”, DIZ EX-POLICIAL PRESO POR HOMICÍDIO QUE HOJE DIRIGE CADEIA NA PB; EX-PM FOI PRESO EM 1991 E CUMPRIU CINCO ANOS EM REGIME FECHADO


Taiguara Rangel
Do g1pb
Após cumprir pena em regime fechado em três cárceres na Paraíba, o ex-policial militar Silva Neto, preso por homicídio em 1991, desabafa o sofrimento vivido nos mais de cinco anos em que cumpriu sua condenação: "foi terrível, agradeço por estar vivo".
Hoje diretor da cadeia pública de Sapé, na Mata paraibana, ele conseguiu superar a vivência em meio aos presos e, depois, o preconceito e a falta de condições de estudo e oportunidades de trabalho.
De temperamento explosivo, ele define sua atuação na PM paraibana como “linha dura”, acostumado a bater, perseguir e matar criminosos.
Foram várias as ameaças de morte recebidas pelo ex-policial durante os anos em que cumpriu pena no 3º Batalhão da Polícia Militar de Patos, na cadeia pública de Princesa Isabel e no Presídio do Serrotão em Campina Grande.
Porém, as dificuldades não terminaram com o enclausuramento. Com a liberdade, veio o problema de conseguir seguir a vida e se desvincular do histórico criminal.
O ex-presidiário teve que superar adversidades para arrumar emprego, manter a família, criar os filhos e ser aceito de volta na sociedade.
"Bati em várias portas, mas as pessoas sempre batiam a porta na minha cara, não acreditavam na recuperação. Passei cinco a seis meses fazendo bicos para me manter. Era segurança de noite e vendedor ambulante durante o dia para completar a renda, colocava as coisas no bagageiro de uma bicicleta. Fiz curso de cobrador de ônibus, fiz curso de técnico em segurança, fui radialista. Sempre continuei correndo atrás de emprego. A pessoa não acredita no preso, sempre tem desconfiança", disse.

COMERCIANTE REAGE A ROUBO E ESFAQUEIA LADRÃO; ASSALTANTE ESTÁ INTERNADO NO TRAUMA

 
O assaltante Lucas José da Silva Sousa, de 24 anos, está internado no Hospital de Trauma em Campina Grande, vítima de dois golpes de faca no tórax no braço.
Na tarde deste sábado (20/09), por volta das 18h00 ele e um comparsa assaltaram um comerciante de 36 anos.
A vítima contou que estava se dirigindo para o sítio Junco, em Arara, no Curimataú, na companhia da família quando a dupla chegou numa moto e anunciou o assalto.
Os ladrões tomaram “1.943,00 reais”.
O comerciante aproveitou uma distração e entrou em luta corporal com um dos bandidos.
Ele foi atingido com um tiro de raspão no braço, mas o assaltante Lucas José acabou ferido com dois golpes de faca.
O comparsa dele fugiu e deixou amoto de placa OKC 6094.
O acusado ferido ficou no local e em seguida  socorrido para Campina.
O dinheiro foi recuperado.

MAIS UM ÔNIBUS ASSALTADO EM CAMPINA GRANDE

Às 18h30 deste sábado (20/09) um ônibus da Cabral (linha 555) foi assaltado por um homem armado com um revólver.
O crime aconteceu na Avenida Canal, no Centro de Campina Grande.
O ladrão fugiu com destino ao Complexo Esportivo Plínio Lemos, em José Pinheiro.
Sete passageiros foram vítimas do bandido.
Foram levados celulares, relógios e dinheiro.

EM CAMPINA LADRÕES ASSALTAM BAR, LANCHONETE E LOJA; CASA TAMBÉM FOI INVADIDA

 
Neste sábado (20/09), vários estabelecimentos comerciais foram assaltados em Campina Grande.
Uma casa também foi alvo dos ladrões.
Às 11h30 uma loja na Rua Arrojado Lisboa, no Monte Santo, foi invadida por dois homens que chegaram numa moto.
Do local foram levados vários capacetes.
Às 14h20 uma lanchonete na Rua Pedro II, na Prata foi assaltada por um homem armado com um revólver calibre 22.
O acusado, Flávio dos Santos, 23 anos, acabou preso na Rua Getúlio Vargas, no Centro.
Com ele a polícia encontrou o dinheiro roubado e arma do crime.
Às 19h00 uma casa na Rua Farmacêutico João Nóbrega, no Distrito Industrial, foi invadida por dois bandidos.
Eles estavam em uma “cinquentinha” de cor branca e um dos ladrões usava um revólver.
Segundo um comerciante de 35 anos, foram roubados seis celulares, dois relógios e “2.200, 00 reais”.
Às 21h00 um bar localizado na Rua Joaquim Amorim Júnior, em Bodocongó, foi invadido por dois assaltantes armados com revólveres.
Vários clientes, além da proprietária foram assaltados.
Os bandidos trancaram as vítimas  na casa (que fica nos fundos do bar)   e roubaram relógios, celulares, além de dinheiro.
A dupla fugiu em uma moto de cor vermelha.

CONFUSÃO NO MENINÃO: FALTA DE RESPEITO COM DELEGAÇÃO FEMININA

 
Uma guarnição do 2ºBPM foi enviada ao Ginásio de Esportes “O Meninão” para averiguar uma tentativa de invasão ao local onde está hospedada uma delegação de Maceió/AL, formada por uma equipe feminina de futsal júnior.
Segundo RELATÓRIO OFICIAL DA PM, às 23h00 deste sábado (20/09), alguns membros de outras delegações teriam tentado invadir o alojamento das adolescentes.
Ainda, DE ACORDO COM O RELATÓRIO, os vigilantes estavam dormindo e quando acordados mostravam sintomas de embriaguez, além disso, teriam se recusado a acender as luzes.
O Capitão Yassak Midori conversou com algumas adolescentes que relataram a confusão.
Uma delas contou que foi assediada por um jovem que a agarrou.
O policial advertiu para a situação.