Menu

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

NOVO COMANDANTE DO 2ºBPM ASSUME NESTA SEXTA-FEIRA; MAJOR GILBERTO FELIPE TEM 44 ANOS E É FORMADO EM JORNALISMO

(Gilberto: Major, jornalista e agora comandante do 2ºBPM)

O novo comandante do 2ºBPM, major Gilberto Felipe da Silva, de 44 anos, assume nesta sexta-feira (28/11), às 09h00, o 2ºBPM em Campina Grande, substituindo o coronel Lívio Sérgio Carvalho Delgado que assumiu o Comando de Polícia Regional 1/João Pessoa.
Major Gilberto é natural e São Vicente do Seridó/Curimataú paraibano e até então era subcomandante do Batalhão que comandará.
Em 1995, ingressou no Curso de Formação de Oficiais, na Academia da Polícia Militar do Cabo Branco, em João Pessoa.
Concluiu em 1997.
Em Campina Grande desempenhou atividades policiais nas ruas.
Em agosto de 1998, promovido ao posto de segundo-tenente, passou a integrar o efetivo policial da “Operação Bacurau”.
Participou de ciclos  palestras com a temática inerente ao combate às drogas ilícitas, ministradas nas escolas públicas de Campina Grande, conscientizando os jovens estudantes a abdicarem de práticas e usos perigosos e danosos à saúde e à vida.
(Lívio Delgado: deixa o 2ºBPM após nove meses)
2002/2005: Jornalismo da UEPB;
2005/2008: Prestou serviços no 3º BPM/Patos, retornando ao 2º BPM em 2009.
2007/2011: Licenciatura Plena em História UEPB.
2012: assumiu a Coordenação de Comunicação Social da Polícia Militar da Paraíba, função que desempenhou até fevereiro deste ano, quando voltou a prestar serviços ao 2º BPM como Subcomandante.
Atualmente é acadêmico de Direito, na Facisa.
OUTROS MILITARES...OUTRAS MUDANÇAS...
O major João Batista Leite Guimarães assume o subcomando do 2ºBPM e deixa o subcomando do 10ºBPM;
O capitão Adalarino Samaroni Delgado da Costa deixa o comando da 3ºCIPM/Boqueirão Queimadas e agora é o subcomandante do 10ºBPM;
Já a  capitã Luciana Firme assume o posto de Samaroni.

EM DOSE DUPLA: BANDO INVADE CIDADE NO CARIRI E EXPLODE BRADESCO E CORREIOS; LADRÕES AINDA TERIAM CHAMADO POLICIAIS PARA O CONFRONTO

Foi mais uma ação ousada dos bandidos.
Eles chegaram à cidade de Barra de São Miguel, no Cariri paraibano, na madrugada, por volta 01h40, desta quinta-feira (27/11).
Testemunhas informaram que os ladrões estavam em caminhonetes e motocicletas.
(Interior do Bradesco)
O bando se dirigiu a Rua João Pinto da Silva onde explodiu o caixa eletrônico do Posto Avançado do Bradesco e o cofre da Agência dos Correios.
Os prédios ficam vizinhos.
O Posto do Bradesco ficou completamente destruído.
Tudo foi pelos ares.
(Interior dos Correios)
O que restou do caixa eletrônico foi parar no meio da rua.
Na Agência dos Correios, a destruição foi bem menor.
Os ladrões atiraram nas câmeras de segurança que ficavam do lado de fora.
Enquanto parte do bando agia nos dois estabelecimentos, outra parte estava em frente a Delegacia de Polícia, que fica na mesma rua dos prédios atacados, intimidando dois policiais militares do destacamento da cidade.

Um morador disse que três bandidos gritavam e chamavam os PMs para a “briga”.
Os ladrões fugiram levando dinheiro dos dois locais.
Os valores não foram revelados.
Na fuga eles jogaram grampos para dificultar a perseguição policial.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

POLÍCIA CIVIL APREENDE 70 KG DE MACONHA EM CAMPINA GRANDE

 
Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos em Campina Grande apreenderam 70 kg de maconha e uma grande quantidade de crack na casa de um homem identificado como “Ataíde”.
A operação aconteceu por volta das 16h00 desta quarta-feira (26/11) no Bairro Jardim Continental.
De acordo com o delegado Ramirez de Almeida, câmeras de segurança monitoravam todo movimento no entorno da residência.
“As câmeras estavam por toda parte do imóvel. Até em um coqueiro. Como o acusado monitorava toda área, com a aproximação da polícia, ele abandonou o local”.

Ataíde já responde por tráfico de droga.
Na casa os policiais encontraram maconha escondida dentro do fogão, em outros compartimentos e móveis.
(Fonte: Polícia Civil/Campina Grande)

PC PRENDE FORAGIDO DA JUSTIÇA CONDENADO A MAIS DE 15 ANOS; ADOLESCENTE ACUSADO DE MATAR PADRASTO FOI CAPTURADO

 
Policiais civis da Delegacia de Homicídios em Campina Grande prenderam no final da tarde desta quarta-feira (26/11), Josivan Leite da Silva, 28 anos, que estava foragido.
Ele é condenado a mais de 15 anos de reclusão, por crimes de roubo, ameaça e porte ilegal de arma.
Josivan deixou de se recolher quando estava cumprindo pena no regime semiaberto.
Ele foi capturado no bairro da Bela Vista, após as investigações realizadas pelos policiais.
Também nesta quarta-feira, policiais da Delegacia de Homicídios apreenderam o menor acusado de matar o padrasto, Severino da Silva, no último domingo (23), no bairro do Monte Castelo, em Campina Grande.
O acusado confessou o crime, mas alegou ter agido em defesa da mãe, que estaria sendo agredida por Francisco.
O menor já foi encaminhado ao abrigo provisório do Lar do Garoto, em Lagoa Seca.
(Polícia Civil/Campina Grande)

ENTREVISTA DA SEMANA: CAPITÃ DA PM VAI COMANDAR COMPANHIA COM 150 HOMENS; POLICIAL É PAULISTA, TEM 33 ANOS E NÃO SE INTIMIDA COM O COMBATE

(Capitã Luciana: Firme nas atitudes)

A capitã Luciana Firme de Souza, de 33 anos, assume nesta sexta-feira (28/11) a Companhia Independente de Polícia Militar de Boqueirão/Queimadas, em substituição ao capitão Samaroni que vai para o subcomando do 10ºBPM.
Ela é paulista, de São Bernardo do Campo, e desde os oito anos está em Campina Grande.
A CIPM é uma estrutura responsável pela segurança de 15 cidades  e é subordinada ao Comando Regional de Campina Grande.
Luciana é casada com um cabo da polícia paraibana e tem um filho de cinco anos.

Mulher inteligente e com objetivos: aspirante (2002), 2ª tenente (2003), 1ª tenente (2006) e capitã em 2010.
Na tarde desta quarta-feira (26/11), ela conversou com o renatodiniz.com

CONFIRA

COMO FUNCIONA A 3ªCIPM?
Comandamos 15 cidades. Somos subordinados, primeiramente ao comando regional (cel. João da Mata), e em seguida ao comandante geral (cel. Euller). São 130 policiais da ativa e 21 guardas militares da reserva.

A SENHORA É A PRIMEIRA MULHER QUE ASSUME ESSE CARGO?
Exatamente: sou a primeira mulher a assumir essa função.

A REGIÃO QUE A SENHORA VAI COMANDAR É DIVISA COM PERNAMBUCO... É COMPLICADA...
Verdade: temos cidades que fazem divisa e procuraremos manter contato com o comando da zona com polícia de  Pernambuco para trabalharmos irmanados.

VEJA O VÍDEO: BOQUEIRÃO AGONIZA; É PRECISO ECONOMIZAR ÁGUA

 VEJA O VÍDEO
video
A chuva que caiu recentemente em Cabaceiras e outras cidades do Cariri paraibano não foi suficiente para “empurrar água para o Epitácio Pessoa”.
Boqueirão continua agonizando.
Atualmente o açude que abastece Campina Grande e outras cidades da região conta com apenas 24,6% de sua capacidade (fonte AESA em 26/11).
É bom deixar claro que a assoreamento é outro problema sério para o manancial.
Imagens feitas pelo renatodiniz.com mostram o Rio Taperoá esperando o volume de água barrenta correr de "barreira-a-barreira”.
Mostram ainda a barragem do Epitácio com água “lá em baixo” e Ilhas que, neste período, você já pode chegar até elas sem precisar de barco.
O sangradouro também aparece bem distante da lâmina d’água do açude.

POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL PRENDE ACUSADOS DE ASSALTAR PASSAGEIROS DE ÔNIBUS DA REAL E GUANABARA

(Giovani e João Batista: reconhecidos)

Giovani Paulo da Silva, de 21 anos, João Batista Guedes da Silva, também de 21 e Alessandro Alves, de 36, foram presos na tarde desta terça-feira (25/11) pela Polícia Rodoviária Federal às margens da BR230, próximo ao distrito de Galante/Campina Grande.                                  
Eles são acusados de pertencer a uma associação criminosa que assaltava ônibus em um trecho da rodovia.
As vítimas foram passageiros das empresas Real e Guanabara.
Os crimes ocorreram na semana passada.
Armas e um veículo Astra de cor branca foram encontrados com eles que foram presos durante uma investida da PRF que já os vinha monitorando.
Os acusados negaram tudo.

Alessandro disse que é apenas motorista de transporte alternativo.
O delegado Everaldo Alves de Miranda, que preside o inquérito, ouviu várias vítimas que reconheceram Giovani e João Batista como sendo os homens que praticaram arrastões.
Segundo o policial, eles agiam da seguinte forma:
“Um deles entrava no transporte em Campina Grande, sondava o ambiente (se era seguro cometer o crime), entrava em contato com outro envolvido que ficava na estrada. Quando o ônibus parava o comparsa entrava no veículo e o crime acontecia”.
Quando desciam do ônibus, os assaltantes recebiam o apoio de um carro.
COINCIDÊNCIA
Em Ingá, no Agreste, na noite de 31 de outubro, um restaurante localizado às margens da BR230 foi invadido por três homens armados de revólveres e pistolas que realizaram um arrastão.                        
O crime aconteceu por volta das 22h00.
No momento várias pessoas estavam jantando.
Os ladrões levaram bolsas, celulares e aproximadamente “1.900,00 reais”.
O trio fugiu em um veículo Astra de cor branca.