Menu

terça-feira, 17 de março de 2015

JUSTIÇA MARCA NOVA AUDIÊNCIA DO ACUSADO DE MATAR PADRINHOS

(Casal foi morto em março/2014)
Acusado de ser o mandante do assassinato do casal Whashington Luiz, de 51 anos, e da sua esposa Lúcia Sant'Anna Pereira, de 42 anos, o empresário Nelsivam Marques de Carvalho só será ouvido em nova audiência marcada para o dia 30.
A primeira audiência de instrução aconteceu na segunda-feira (16/03) no 2º Tribunal do Júri de Campina Grande.
O crime aconteceu em março de 2014, durante a festa de casamento de Nelsivan.
Na audiência desta segunda-feira, que começou às 14h00 e só terminou à noite, as filhas de Lúcia foram ouvidas e uma delas passou quase duas horas depondo.
Elas não deram entrevista após a audiência, mas o advogado da família disse que as duas filhas confirmaram que as vítimas tinham conflitos com o suspeito.
Nelsivan compareceu a essa primeira audiência, mas só vai depor na próxima.
A nova audiência foi marcada devido à quantidade de pessoas que ainda faltam prestar depoimento.
Além dos seis réus que estão presos desde junho do ano passado, testemunhas de acusação e defesa serão ouvidas.
Inicialmente a audiência estava marcada para o dia 23 de fevereiro, mas foi cancelada porque os membros do Ministério Público estavam em uma audiência de outro caso e não puderam comparecer.
A imprensa não teve acesso à audiência para acompanhar os depoimentos.
ENTENDA O CASO
Nelsivan era sócio das vítimas e foi preso em uma operação realizada pela Polícia Civil menos de um mês depois do crime. 
Para a polícia, uma dívida de R$ 81 mil relativa à compra de um carro foi o motivo do duplo homicídio. 
Na denúncia feita pelo Ministério Público, o sócio é apontado como mandante do crime e um suspeito de agiotagem seria o intermediário que contratou o pistoleiro para matar as vítimas.
(g1pb)
Foto: Rede Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário