Menu

sábado, 13 de fevereiro de 2016

LEI DA MORDAÇA NA POLÍCIA CIVIL DA PARAÍBA? DELEGADO DE ROUBOS E FURTOS DE CAMPINA GRANDE É EXONERADO E DIZ QUE PERDEU O CARGO DE TITULAR POR COMPOR CHAPA DA ADEPOL

O delegado Danilo Orengo, não é mais o titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande.
A exoneração do policial foi publicada no Diário Oficial deste sábado, 13 de fevereiro, e foi assinada nesta sexta-feira, dia 12.
Danilo se mostrou extremamente surpreso e decepcionado com o ato.
Havia poucos meses que ele assumiu a titularidade da Delegacia em lugar do delegado Henry Fábio.
Segundo o delegado tudo ocorreu pelo fato de ele compor a chapa “União e Igualdade” da Associação dos Delegados de Polícia Civil – ADEPOL/PB
O delegado usou o whatsapp e facebook para desabafar.

“Companheiros, acabo de ser exonerado da titularidade da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF/CG), no Diário Oficial do Estado da Paraíba, por apenas compor a Chapa União e Igualdade, da ADEPOL/PB, presidida por Dr. Afrânio, tendo a minha pessoa como o 2º vice-presidente. Vocês conhecem o meu trabalho e sabem o quanto me dedico a nossa PC. Vamos mudar está realidade e não irei recuar no meu propósito de mudar a nossa Polícia Civil e representar os Delegados de Polícia do nosso Estado. Buscaremos os meios judiciais necessários para sanar tamanha ilegalidade. Vamos em frente e conto com todos vocês”.
Orengo ainda acrescentou que “moramos em um país democrático, mas apesar disso gestoras utilizam meios mesquinhos e ditatoriais para gerir um órgão de segurança pública, o simples fato de postular um cargo associativo já é motivo para perseguição...Tenho certeza que todos querem uma polícia gerida com profissionalismo, pois em pleno século XXI não existe mais espaço para atos tão tacanhos onde os anseios e necessidades da população são colocados em segundo plano por gestores públicos que muitas vezes agem em nome de interesse obscuros.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário