Menu

sexta-feira, 10 de junho de 2016

PASTORES SÃO PRESOS ACUSADOS DE ESTUPRO E PEDOFILIA

Dois supostos pastores de uma igreja evangélica em Esperança foram presos em cumprimento ao MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA sob a acusação de pedofilia, estupro e abuso de vulneráveis.
Malon Casimiro e equipe comandaram a ação.
As prisões ocorreram nesta sexta-feira (10/06).
Antônio Ramos  e Cosme Gama  são acusados de estuprar crianças e adolescentes na faixa etária de 11 a 16 anos de idade.
As vítimas são todas de Esperança.
Sobre o caso, o delegado Malon Casimiro informou:
“Inicialmente os pais de um dos menores esteve no Conselho Tutelar de Esperança relatando o caso...
O conselho, por sua vez, procurou a autoridade policial...
Na delegacia procuramos detalhar os fatos e quando começamos a falar com estes familiares, estes depoentes começaram a relatar que havia outros menores que teriam sido vítimas na mesma situação...
Contatamos com familiares das demais vítimas, os trouxemos à delegacia, tomamos os depoimentos de todos e concluímos a veracidade dos fatos...
Com essa conclusão nós fizemos um pedido pela Prisão Preventiva e a busca domiciliar na casa dos pastores e hoje (sexta-feira) demos cumprimento a este Mandato...
Na casa dos conduzidos nada de pornográfico foi encontrado... Um deles foi preso em casa e outro em via pública...
Nesta próxima semana que vem o inquérito será concluído e será entregue a justiça...
O que chama a atenção é que as vítimas eram do sexo masculino (entre elas uma criança de 11 anos de idade)...
Esta criança de 11 anos afirmou que um dos pastores fez sexo com a esposa na frente dele e na frente da filha do casal de 04 anos de idade (este relato ainda está sendo averiguado)...
Um dos pastores já fazia três anos que morava em Esperança e o outro
 (Antonio) só está a aproximadamente oito meses em Esperança...
Foi uma investigação realizada em aproximadamente 15 dias, tão logo tomamos conhecimentos,  com base em depoimentos contundentes e detalhados...
Com as coletas dos depoimentos, com os detalhes  vastos dos fatos, nós comprovamos a veracidade dos fatos...
Foi por isto que pedi às preventivas...”, disse Malon Casimiro.
O delegado, que tem 27 anos de policial civil disse também que: “criança é criança...
Você tem que ter sempre a atenção redobrada, saber com quem seu filho anda...
Pessoas estranhas, com conversas bonitas, ou pastores ou padres, é preciso tomar muito cuidado...”.
Malon enfatizou também que “neste caso dos pastores, a maioria das crianças era pobre....
Os acusados usavam o dinheiro como forma de aliciar e de seduzir...
É aquela velha história: quem vê cara, não vê coração...

Esses acusados, pelas fisionomias não parecem ofensivos, mas são lobos na pele de cordeiro... 

Um comentário:

  1. E pq a mídia aberta, essas televisões manipuladoras e revistas mediócres (Veja) não mostram isso?

    ResponderExcluir