Menu

terça-feira, 29 de novembro de 2016

POLÍCIA REGISTRA HOMICÍDIO EM POCINHOS: AGRICULTOR FOI MORTO POR CAUSA DE UMA OVELHA; EM NATUBA HOMEM TAMBÉM FOI ASSASSINADO

(Atualizado)
Às 16h50 desta segunda-feira (28/11) a polícia militar registrou um homicídio em Pocinhos.
Um homem identificado como “Ednaldo” foi morto com um golpe de facão na nuca.

O golpe quase o degola.
O crime aconteceu no sítio “Cachoeirinha” dentro da casa do acusado onde funciona uma espécia de "birosca".
O acusado foi identificado como “Deda de Manoel Luiz” que está foragido.

A polícia militar informou que, de acordo com a mulher do acusado, uma ovelha de propriedade de "Deda" apareceu machucada (com uma das penas quebrada).
Os suspeitos foram Ednaldo e outro homem.
"Deda" foi a Delegacia registrar um Boletim de Ocorrência pela manhã  e em conto com o delegado assistente Normando Leal, informou que suspeitava de  "Ednaldo mão de onça".
O delegado Normando deixou claro que esse tipo de suspeita deveria ser melhor investigado e precisava de provas mais concretas.
"Deda" voltou para o sítio e a tarde ao encontrar com Ednaldo, acabou por cometer o crime. 
"Vítima e acusado se conheciam. A vizinhança se conhece. Foi um ato covarde. Tanto é que como na casa havia venda de bebida, Ednaldo estava na casa do acusado, na cozinha", disse o policial. 
Ele morreu sentado numa cadeira com parte do corpo sobre uma mesa.
Populares disseram que a vítima  morava na localidade e não era um andarilho.
"Só fazia mal a ele mesmo, devido a bebida que consumia", disse um agricultor.
Sobre a ovelha, que teria sido o motivo do crime, moradores disseram que ela estava "prenha",  "Deda" a sacrificou e vendeu a carne.
Tudo isso antes de matar "Ednaldo mão de onça".
Já em Natuba, no Agreste, Daniel Felix da Silva, de 28 anos, foi encontrado morto ao lado de uma motocicleta na noite do domingo (27) em uma estrada na zona rural.
Em princípio imaginava-se que ele tinha sido vítima de acidente, mas após a perícia constatou-se que Daniel foi assassinado a tiros.
Foram três disparos o atingiram a cabeça e a perna.
O rapaz era agricultor e morava no sítio “Carapeba”.
Nada foi roubado.
O Núcleo de Homicídios de Queimadas deve investigar  o caso.

Um comentário:

  1. Boa sorte pro rapaz e que ele tenha chance de mostrar o seu futebol.

    ResponderExcluir