sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

SAINDO PELA PORTA DA FRENTE: EM CAMPINA ORLANDIDO SE DESPEDE DA CÂMARA APÓS OITO MANDATOS; EM MONTADAS RAMALHO DEIXA A PRESIDÊNCIA QUE EXERCEU DURANTE OITO VEZES

(Orlandino, PT do B em Boa Vista e Ramalho, PSB em Montadas)
O vereador Orlandino Farias (PSC) se emocionou nesta terça-feira (20/12), ao despedir-se do mandato na Câmara Municipal de Campina Grande.
Orlandino, que está no oitavo mandato como vereador em Campina, em 2017 assumirá como vereador na cidade de Boa Vista, onde foi eleito no pleito deste ano.
“Era pra encerrar aqui em Campina, mas, meus amigos pediram para que eu fosse encerrar na política lá (referindo-se a Boa Vista). Saio com muita saudade de todos. Fui criado por um pai pobre, mas que me ensinou a ter muito respeito. Não tive o prazer de subir as escadas de uma faculdade. Naquele tempo não existia escola particular. Meu pai, apesar de muito pobre, pagava cinco mil réis para o um professor particular, para não nos criar analfabeto. Mas, a aula doméstica foi muito bem aproveitada. Sentimento de dever cumprido e feliz. Se eu errei é porque sou humano, mas nunca me afastei do povo, nunca dei as costas, e assim saio satisfeito”, explanou o nobre vereador.
As declarações repercutiram na Rádio Panorâmica FM e foram reproduzidas no Paraíba Online.
Orlandino Pereira Farias tem 82 anos de idade, nasceu em Soledade em 1934, é casado e foi eleito em Boa Vista (Ex-distrito de Campina Grande) com 245 votos pelo PTdoB.
Já em Montadas o vereador Ramalho Antônio de Souza, (PSB) presidiu na noite desta sexta-feira (23) a última sessão da atual legislatura; a última sessão dele como presidente da casa.
Foi uma solenidade de entrega de títulos de cidadão ao prefeito Jairo Herculano do PSB (que não foi reeleito e é funcionário dos Correios); ao esperancense e bacharel em contabilidade Carlos Magno Ferreira (desde 1987 funcionário da prefeitura); ao advogado e funcionário público Gilson Santiago, e também a Leandro Luís  de Souza, advogado e procurador da câmara municipal.
A partir de 1º de janeiro o vereador reeleito para o terceiro mandato, Cássio Avelino (PSD), vai presidir o legislativo montadense por dois anos.
Ramalho, de 50 anos, oito vezes presidente da casa, vai para o seu sexto mandato (obteve 153) e pela primeira vez vai atuar na oposição desde que foi eleito vereador pela primeira vez em 1996.
Orlandino, agora em Boa Vista, também vai ser oposição.
Curiosamente os dois foram eleito e reeleito em “oitavo lugares”,
Ramalho deixa a presidência com as contas aprovadas e em contato com o renatodiniz.com disse que sua função e missão foram cumpridas.
“Respeito o resultado das urnas. A gente adquire experiência com o tempo. Devemos apresentar Tito como candidato da oposição. Se ele não obtiver sucesso, vamos encarar com naturalidade. Afinal o grupo do prefeito eleito é maioria na casa. Sobre o vereador Cássio não tenho nada a dizer em desfavor. Estivemos juntos no mesmo grupo durante oito anos. Nunca fomos de atritos. Ele é uma pessoa experiente. Assim como eu com certeza tem o mesmo objetivo de ver Montadas avançar. Cada um tem um papel: ele na situação e eu na oposição, mas com certeza sem nenhuma postura mesquinha”.
Sobre Jonas na prefeitura a partir de janeiro, Ramalho afirmou que “seremos oposição. Teremos o papel de oposição; de vigilantes. Agora, torcer para que o município não avance, eu não vou fazer isto nunca. Conheço Jonas. Estivemos do mesmo lado. Somos e temos obrigações com o povo de nosso município”.

3 comentários:

  1. Esse Orlandino passou 32 anos na Câmara e nunca fez nada, a não ser ouvir e votar.

    ResponderExcluir
  2. MUITO A CONTRARIO ELE FOI UM ÓTIMO VEREADOR DE CAMPINA GRANDE NÃO É ÁTOA QUE ELE PASSOU ESSE TEMPO TODO NA CAMÁRA MUNICIPAL

    ResponderExcluir
  3. Ele pode ter sido bom pra o curral eleitoral dele, nunca aprovou um projeto ou defendeu um que beneficiasse a cidade, e não larga o osso pois mesmo com 82 anos ainda vai ser vereador em Boa vista por mais quatro anos.

    ResponderExcluir