terça-feira, 7 de março de 2017

MORTE DO VIGILANTE DE ESCOLA ESTÁ ESCLARECIDA, DIZ PC: CINCO ENVOLVIDOS FORAM PRESOS

(Fabiano: vítima de latrocínio)
Para a polícia civil em Campina Grande latrocínio (roubo seguido de morte) do qual foi vítima o vigilante Fabiano Menino de Sousa Júnior, está esclarecido.
O crime ocorreu por volta de 01h00 do sábado, 07 de janeiro/17 no interior da Escola Estadual William de Souza Arruda no Bairro Cuités, em Campina Grande.

O vigilante teve a arma roubada.
Na manhã desta terça-feira (07/03) a Divisão de Homicídios realizou a "Operação Sentinela" e prendeu Jônatas dos Santos , Edcarlos Silva, Thúlio Emanoel, Fernando Santos e Carlos Diego.
As prisões são preventivas e temporárias.
Um deles foi preso com a arma que estava em poder do vigilante e que pertence a empresa que ele trabalhava.
Um ou dois envolvidos conheciam a vítima.
No dia 31 de janeiro, o delegado Francisco Assis Silva, em entrevista que concedeu a Patrulha da Cidade/TV Borborema já havia adiantado que o crime estava praticamente esclarecido.
Na oportunidade o policial não declinou nomes, porém esclareceu que o latrocínio não tinha sido executado apenas por uma pessoa.
O CRIME
Fabiano, de 27 anos, foi morto na madrugada.
Um morador ouviu barulho de tiros e chamou a polícia.
Quando a guarnição chegou ao local se deparou com portas entreabertas e com o vigilante morto dentro da biblioteca.
Fabiano foi assassinado por um disparo de arma longa na axila direita.
Os executores, que conheciam a vítima, mataram o rapaz e roubaram dele um revólver calibre “38” pertencente a empresa que ele trabalhava.
(AGUARDEM MAIS DETALHES)

3 comentários:

  1. Vagabundos safados! Pena de morte para esses marginais.

    ResponderExcluir
  2. Noticia confusa e não diz nada de nada. se eu fosse vocês teria vergonha de dizer que a morte do vigilante foi esclarecida e não diz coisa coisa. amadores.

    ResponderExcluir
  3. * FORAM MUITOS BANDIDOS QUÊ PARTICIPARAM DÁ MORTE DESSE RAPAZ *
    FOI MUITO REVOLTANTE ESSE CRIME,TAMBÉM FOI MUITO COVARDE....ESPERO QUÊ ESSES CANALHAS PAGUEM PÔR ESSE CRIME.

    ResponderExcluir