quarta-feira, 3 de maio de 2017

MORRE ADELINO, EX-JOGADOR DO TREZE FUTEBOL CLUBE


Morreu por volta das 05h38 desta quarta-feira (03/05) o ex-jogador de futebol Adelino Aquino Neto, de 67 anos, conhecido como “O Leão do Galo”.
Adelino deu entrada no Hospital de Trauma de Campina Grande na noite da segunda-feira (1º) com complicações no sistema gastrointestinal.

O ídolo da torcida alvinegra estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e seu estado de saúde foi se agravando e na manhã desta quarta o Trauma confirmou sua morte.

Natural de Mossoró-RN, Adelino desembarcou em Campina Grande no final da década de 1960, fez história como atacante do Treze e após se aposentar como jogador de futebol seguiu trabalhando na cidade.

Ele se transferiu para Campina Grande no mês de janeiro de 1969, ainda como atleta júnior do time Ypiranga, da sua terra natal.
Aqui chegando, assinou seu primeiro contrato como jogador profissional no Treze Futebol Clube, onde jogou por oito anos, fazendo a alegria do torcedor alvinegro.

Dentre as conquistas pelo Galo da Borborema, o atacante Adelino, na época dono da camisa de número 9, tem na sua história a marcar de oito gols em um só jogo, equiparando-se aos jogadores Pelé e Jorge Mendonça, duas grandes personalidades do futebol nacional e internacional em número de gols por partida.
Os gols foram marcados no estádio Ernani Sátiro “O Amigão”, em Campina Grande, no ano de 1979, quando o alvinegro goleou o Nacional de Cabedelo pelo placar de 13X0, exaltando, dessa forma, o nome Treze, no mundo esportivo.
Por este feito, Adelino ganhou em abril de 2005 o troféu "Bola de Ouro", em nível nacional, o qual teve o orgulho de recebê-lo acompanhado de cronistas esportivos da Rainha da Borborema e do Rio de Janeiro.
Durante sua trajetória profissional, o atacante defendeu, além do Treze Futebol Clube, um outro time de Campina: a Sociedade Desportiva da Borborema (Gavião), pelo qual nunca perdeu para o Campinense Clube. 

Adelino também jogou pelo Fortaleza (CE) e pelo Sampaio Correia.
Sua carreira foi encerada em março de 1980, jogando pelo seu time do coração: o Galo da Borborema.
No dia 26 de setembro de 2007 Adelino foi homenageado pela Câmara Municipal de Campina Grande com Título de Cidadão, numa propositura da autoria do vereador Perón Japiassú.
Na ocasião, Adelino recebeu das mãos de Paulo César Almeida, Presidente do Conselho Deliberativo do Treze, a camisa que vestiu na sua última partida em março de 1980, camisa esta que foi guardada e conservada pela madrinha do clube, Dona Cidinha.

2 comentários:

  1. NOTÍCIA TERRÍVEL TO MUITO TRISTE É ABALADO TENHO 27 ANOS MAS MEU PAI QUE ERA RAPOZEIRO SEMPRE ME DIZIA QUE ADELINO FOI UM EXTRAORDINÁRIO ATACANTE É ERA Ó MAIOR ÍDOLO DO TREZE.ALÉM DE SER UM SENHOR É EXEMPLAR JOGADOR ADELINO TAMBÉM ERA UM GRANDE CARA É UMA PESSOA FORMIDÁVEL QUE ADOTOU CAMPINA GRANDE PRA VIVER É REPRESENTAR SENDO BEM QUISTO ATÉ PELAS TORCIDAS DOS RIVAIS.DESCANSE EM PAZ QUERIDO LEÃO DO GALO É SAIBA QUÊ VOCÊ ALEGROU,É EMOCIONOU UMA LEGIÃO DE ALVI NEGROS QUE TIVERAM Ó PRAZER DE VÊ-LO É PUDERAM VIBRAR COM ÓS SEUS 151 GOLS PELO GALO. QUE DEUS Ó TENHA É CONFORTE SUA FAMÍLIA NESSE MOMENTO SEMPRE MUITO DIFÍCIL.

    ResponderExcluir
  2. A MORTE DE ADELINO
    RECEBO COM MUITA PENA
    UM CIDADÃO MUITO HONRADO
    AGORA SAIR DE SENA
    EM FALAR ME DÁ ENTALO
    SENTE A TORCIDA DO GALO
    O GRANDE DA BORBOREMA

    ResponderExcluir